propaganda

EFEITO QUEIMADAS /

Quinta-feira, 17 de Setembro de 2020, 06h:30

A | A | A

Tamanduá com as patas queimadas é resgatada por veterinário de Primavera

O animal fugia de um incêndio em região conhecida como Furnas da Tamil


Carregando fotos
Jaqueline Hatamoto

Uma tamanduá-mirim, se recupera em uma clínica veterinária de Primavera do Leste, após ser resgatada fugindo das queimadas que consumiam parte da região conhecida como Furnas da Tamil. O resgate ocorreu no final de semana, e o animal teve as quatro patas e a cauda queimada.

Tamanduá 2.jpg

 

O médico veterinário Kleber Martins, foi quem resgatou o animal, que já estava bastante debilitado e fugindo do fogo. “Esse é um animal que estava fugindo das queimadas, próximo à cidade, aqui nas furnas, abaixo da Serra da Tamil. Os cachorros acuaram ela, e agente acabou vendo esse animal lá, e procedeu o resgate. É um animal que não é difícil o resgate, estava bastante debilitado, com todas as extremidades dos membros como mão e pé e a cauda queimada”, destacou.

 

tamanduá 5.jpg

 

 

Kleber ressaltou ainda que o estado de saúde do animal, que foi batizado de Vivi, exige cuidado, e o profissional de Primavera do Leste está em contato direto com uma equipe especializada em resgate de animais silvestres. “É um estado bastante delicado o quadro dela, devido as grandes extensões das queimaduras, ela está sendo tratada, estamos em contato com uma equipe especialista em animais silvestres nos orientando quanto aos procedimentos, para que possamos dar um atendimento de qualidade a ela. Vamos fazer o possível para recuperar esse animal e devolver ela para a natureza”.

Com tantas queimadas ao redor da cidade, é comum que as pessoas passem a se deparar com animais silvestres buscando abrigo em residências, a orientação do veterinário é que seja feito o resgate ou o cidadão peça ajuda especializada. “Todos nós estamos sofrendo com as queimadas, os animais domésticos também estão sofrendo, principalmente as aves. A orientação é que não coloque fogo em nada, é muito perigoso, ainda mais nesta época de seca muito grande. Caso visualize o animal e tem a confiança para pegar, os animais silvestres não são muito amigáveis quando acuados, mas tendo segurança, e conseguir pega-lo, nós estamos de portas abertas para tentar ajudar no que for possível. Caso seja um animal mais agressivo, que não consiga pegar, é interessante entrar em contato com um órgão de proteção para tentar capturar, para auxiliar na captura, e depois reabilitar o animal, caso esteja com alguma lesão e devolvê-lo para natureza”, finalizou.

O veterinário Kleber Martins, atende no Spa Animal, que fica na Avenida Campo Grande, 1090.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Caso a vacina para a Covid-19 seja liberada no Brasil, você pretende tomar?
Sim, se for a Chinesa
Sim, se for a Russa
Sim, se fosse outra
Nem pensar
Não tenho opinião formada sobre o assunto