propaganda

IDEB /

Quinta-feira, 16 de Agosto de 2012, 05h:00

A | A | A

Primavera avança nos índices do Ideb

MT melhorou em 2011 saindo de 4,9 pontos em 2009 para 5,1, ficando acima da meta


Redação: Janine de Oliveira
GRÁFICO 1 Ensino fundamental cresceu 14% acima da meta estipulada
O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) para os anos iniciais do ensino fundamental em Mato Grosso melhorou em 2011 saindo de 4,9 pontos em 2009 para 5,1, ficando acima da meta a ser alcançada que era de 4,4 pontos. Por outro lado, no ensino médio o Estado não conseguiu atingir a meta projetada de 3,4 pontos em 2011 ficando com 3,3 pontos.
Os números foram divulgados pelo Ministério da Educação (MEC) e podem se consultados através do portalideb.com.br, que contém dados sobre os municípios e escolas.
Conforme os dados do MEC, todos os estados brasileiros cumpriram a meta do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) para os anos iniciais do ensino fundamental em 2011.
Primavera do Leste registrou aumento acima da meta em alguns casos.
Na visão geral para os alunos do 5º ano do ensino fundamental atingiram 5.0 pontos, um aumento de 14% da meta estimada que era de 4.4 pontos. Para 2013 no mesmo segmento a meta é 4.7 pontos (Gráfico 1).
Na visão geral para os 9º anos do ensino fundamental o município também registrou crescimento positivo, saltando de 4.1 em 2009 para 4.5 em 2011, a meta era de 3.4 pontos e o resultado foi maior que a meta em 32% (Gráfico 2).
Nas escolas estaduais o índice dos alunos do 5º ano foi maior com 5.6 pontos, um aumento de 19% na meta inicial estipulada que foi de 4.7%, para 2013 a meta projetada é de 5.0.
Já os alunos dos 9º anos o índice de crescimento da meta acima do estipulada foi maior em torno de 38%, em 2009 o segmento tinha atingido 5.3 pontos, em 2001 foi de 5.6, me meta de alcançar 5.0.
Conforme os dados do Ideb, as escolas de Primavera do Leste com melhor índice foram: Escola Estadual Monteiro Lobatto (5.9) e Escola Estadual Sebastião Patrício (5.9), para os 5º anos do ensino fundamental.
GRÁFICO 2 Ensino fundamental para anos finais o crescimento acima da meta foi maior 32%
A primeira escola cresceu 34% além da meta estipulada para 2011 que foi de 4.4. De acordo com a diretora da Monteiro Lobatto, Izaneth Araújo, o resultado é a resposta de um trabalho voltado exclusivamente para a transmissão do conhecimento aos 450 alunos da escola, “todas as ações e projetos da escola buscam transmitir o conhecimento. Temos alguns projetos importantes na escola como o Leitura é fundamental, Projeto do Folclore que é desenvolvido todos os anos, Gincana Educativa que funciona durante o ano todo e uma atenção especial a participação da escola nas Olimpíadas Nacionais de Matemática, nesse ano tivemos um aluno que das 20 questões enviadas pelo governo Federal, acertou 18 isso mostra que estamos no caminho certo” - considera a diretora.
A segunda escola atingiu o maior índice desde 2005, com 26% a mais da meta estipulada para 2011 que era de 4.7.
Para os últimos anos do ensino fundamental os melhores índices foram da Escola Municipal Nívea Denardi (5.4) e Escola Municipal Novo Horizonte (5.2).
Para a diretora da Escola Nívea Denardi, “a escola iniciou em 2009 e desde então os alunos são incentivados a buscar melhores notas e mais conhecimento. Isso se deve também ao empenho dos professores e de projetos como a Oficina de Matemática e aulas de reforço de Leitura. Temos alunos muito bons e isso reflete no desempenho da escola.
Os índices que Primavera do Leste atingiu no Ideb superam  os nacionais que entre as escolas do 1º ao 5º ano, ficou em 5.0 e no Mato Grosso fechou em 5.1.
Para o 6º ao 9º ano, o Ideb nacional chegou a 4,1 para uma expectativa inicial de 3,9, e em Primavera o maior índice foi na Escola Municipal Nívea Denardi, com 5.2 pontos.
Em 2011, nove estados tiveram um desempenho pior do que o de 2009: Acre, Pará, Maranhão, Paraíba, Alagoas, Bahia, Espírito Santo, Paraná e Rio Grande do Sul.
Os números serviram de alerta para o Ministério da Educação. Entre as preocupações estão as carências na formação dos professores, o grande de número de alunos no ensino noturno e a necessidade de mudanças no currículo das escolas.
Mas os resultados são muito desiguais considerando municípios e escolas individualmente: 39% dos municípios e 44,2% das escolas estão abaixo da meta.
Para o ensino médio não constam no site do Ideb avaliação de Primavera do Leste.
Veja mais sobre o assunto no Cliquef5. Acesse www.cliquef5.com.br no menu principal escolha Primavera do Leste.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz