INFRAESTRUTURA /

Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019, 07h:00

A | A | A

Prefeitura não deve concluir obras de drenagem na área central devido a reclamações da população

Procedimento foi suspenso e recursos podem ser destinados a outros fins


Imagem de Capa
Pérsio Souza

As obras de drenagem da área central estavam previstas para retornarem no período de seca, porém, devido aos transtornos e inúmeras reclamações por parte da população, o Poder Executivo de Primavera do Leste decidiu por suspender o processo. Este assunto já havia sido abordado pelo O Diário em maio, quando o problema ainda era estudado pela gestão.

O procedimento está paralisado desde novembro, quando se iniciou o período de chuva no município. Em contato com a Prefeitura, através da Assessoria de Imprensa, fomos informados que: “A Prefeitura de Primavera do Leste informa que as obras de drenagem pluvial estão suspensas na região central devido a constantes reclamações dos moradores que se mostraram, em sua maioria, insatisfeitos com os transtornos ocasionados pela instalação das manilhas”.

Na época em que falamos com a empresa que venceu a licitação, a Precon, fomos informados que aguardavam apenas a autorização da Prefeitura para dar seguimento aos serviços.

Na época em que a obra foi paralisada, em novembro de 2018, 36,59% da obra que tem 8 mil metros já tinham sido concluídos, e de acordo com o Portal da Transparência, a empresa recebeu pelo serviço pouco mais de R$ 942 mil, referentes aos serviços de construção de asfaltos, meios-fios, galerias e sarjetas. A obra foi orçada em R$ 2,5 milhões. Os recursos para pagamento da obra vieram do governo federal.

Para realizar o pagamento de maneira correta, o Poder Público envia um engenheiro civil até a obra e cabe ao profissional conferir se realmente a empresa executou a metragem informada, essa conferência ocorre antes do pagamento.

No Portal da Transparência também consta a informação que em 31 de dezembro de 2018, houve a anulação de empenho no valor de R$ 1.486.683,21 (um milhão, quatrocentos e oitenta e seis mil, seiscentos e oitenta e três reais com vinte e um centavos).

Em relação ao valor que ultrapassa R$ 1,4 mi, a Prefeitura informou que os recursos conquistados para essa obra podem ser utilizados em outro lugar, já que não são carimbadas - quando o recurso não tem um direcionamento específico.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz