propaganda

LIBERAÇÃO /

Sábado, 19 de Setembro de 2020, 11h:48

A | A | A

Novo decreto libera abertura de clubes e lista praças que podem ser utilizadas pela população

Jogos de bocha também estão permitidos, seguindo medidas sanitárias


Imagem de Capa
Jaqueline Hatamoto

Os clubes e locais turísticos poderão funcionar com 50% de sua capacidade, mantendo o distanciamento de 1,5 metros entre pessoas, e constante higienização do local e objetos de uso comum. A flexibilização consta no decreto 1.967, que foi publicado no Diário Oficial do Município de Primavera do Leste.

 

Além da liberação para o funcionamento de clubes, que estavam fechados desde o início da pandemia, o decreto também libera a prática de bocha mediante a higienização de todos os itens compartilhados imediatamente após cada uso.

O que permanece proibido por tempo indeterminado são as aglomerações, atividades coletivas e uso dos parquinhos e academias da terceira idade em espaços públicos de uso recreativo tais como praças, lagos, parques, até ulterior deliberação, sendo permitido o uso destes para a única e exclusiva finalidade de caminhada e prática de esportes individuais.

Porém, no mesmo Dioprima, foi publicada a portaria 516/20, que libera o funcionamento de quadras localizadas em algumas praças pública da cidade. De acordo com o documento as praças liberadas para o uso e práticas esportivas, são:  Praça da Juventude, localizada no bairro Cristo Rei, Praça Leonardo Verner, localizada no bairro Castelândia, e a Praça Bosque, localizada no bairro Jardim das Américas.

De acordo com a portaria o uso só será permitido mediante a assinatura de um termo, que consta anexo a publicação, onde o cidadão deve imprimir, assinar e entregar no espaço que pretende utilizar.  Entre as regulamentações estão: Não levar torcida/plateia (filhos, esposa, mãe, e etc.) não consumir bebidas alcoólicas nos locais esportivos, não permanecer no local de jogos muito antes ou após o horário agendado, o tempo de jogo de cada equipe será de 1 hora, não será perdido entrada no centro esportivo com atraso superior a 10 minutos do horário marcado, não dividir materiais de uso pessoal (garrafas d’água, uniformes, etc...), cada um deverá levar sua garrafa de água, pois o bebedouro não estará funcionando , cada equipe deverá levar seu equipamento de jogo (rede, bola, raquete, etc), entre outras. Caso não cumpra o que a portaria estabelece, o cidadão terá o direito de utilizar a quadra revogado por 30 dias.

Nem o decreto nem a portaria especifica como será feita a fiscalização.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz