SAÚDE /

Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019, 07h:00

A | A | A

Mutirão contra a dengue deve ser realizado em Primavera

Secretaria de Meio Ambiente convocará voluntários para ajudar no combate ao mosquito


Imagem de Capa
Jaqueline Hatamoto

Com a chegada das chuvas, os números de notificações de casos de dengue devem aumentar consideravelmente. Nesta semana um caso da doença foi confirmado, o paciente mora no Pioneiro. Em visitas realizadas em diversos bairros de Primavera do Leste, foram encontrados criadouros do mosquito. O bairro com mais incidência de criadouros foi o Padre Onesto Costa, onde foram encontrados oito, seguido do Centro (7), Castelândia (5), Tuiuiú (4), Primavera II (3), Buritis (2) e Primavera III (1).

Em reunião realizada pela Sala de Controle, criada para traçar estratégias de combate ao mosquito da dengue, realizada na última quarta-feira (09), foi levantada a preocupação dos números serem bem maiores, tendo em vista que há bairros que ainda não foram visitados pelas agentes da Vigilância Ambiental, devido baixo efetivo de profissional.

Pensando em realizar a eliminação de vários criadouros do mosquito da dengue de uma única vez, um mutirão deve ser realizado no próximo dia 19 de outubro, no Parque Eldorado, a partir das 13h, com saída no Corpo de Bombeiros. Além do combate à dengue, ação visa também o fechamento de suspiros de foças, que tem causado a proliferação de pernilongos e outros mosquitos.

De acordo com o Amarildo Jesus, coordenador da Defesa Civil, e presidente da Sala de Controle, o Parque Eldorado foi escolhido levando em consideração o grande número de suspiros de fossas abertos. “Somente neste bairro, em uma única passada por ruas, já encontramos oito fossas abertas. Também queremos realizar a visita nas casas, já que as agentes não conseguiram ainda fazer a cobertura do bairro”, frisou.

Para aumentar o número de voluntários, a Secretaria de Meio Ambiente pretende solicitar a ajuda de clubes de serviços, entidades e demais órgãos do município, a fim de promover uma ação constante de combate ao mosquito. “Queremos reunir o máximo de pessoas possíveis. O nosso objetivo é manter vigilância constante. Ou seja, se em um final de semana um grupo trabalhar, no outro final de semana será outro grupo, assim mantemos a nossa cidade limpa sempre”, disse o secretário Henrique Amaral, que ressaltou que em breve entrará em contato com os clubes de serviços. A população também está convocada a participar, seja no mutirão ou promovendo a limpeza de seus quintais e destinando o lixo nos locais adequados.

Outra ação que já se encontra em andamento é a limpeza de bueiros e meios fios da cidade. No início desta semana, a Secretaria de Infraestrutura promoveu a limpeza da Rua Blumenau, local onde há grande concentração de foco de mosquito.

 

DADOS ALARMANTES

De acordo com o último Boletim Epidemiológico, referente de janeiro a agosto /2019, na cidade houveram 563 casos confirmados. A preocupação está no fato de que um novo de tipo de dengue circula no país, que é tipo 2, em que pessoas infectadas por subtipos diferentes em um período de seis meses a três anos podem ter uma evolução para formas mais grave da doença.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz