MEIO AMBIENTE /

Segunda-feira, 11 de Novembro de 2019, 07h:00

A | A | A

Já estão funcionando três, dos cinco, Ecopontos que serão colocados na cidade

Destinados à coleta de sobra de material reciclável para evitar os lixões urbanos


Imagem de Capa
Jaqueline Hatamoto

 

Limpeza e conservação dos terrenos baldios da cidade. Essa é a meta da Prefeitura que, através da secretaria de Meio Ambiente, implantou o projeto de Ecopontos em áreas estratégicas da cidade seguindo um modelo de coleta seletiva moderno, adotado nas administrações mais avançadas no Brasil e principalmente nos países desenvolvidos.

O coordenador de Meio Ambiente, Anthony Furlan, entende que entre as duas maneiras de coleta – o caminhão de casa em casa e o ecoponto, “a segunda opção é mais prática, mais barata e, a população já está entendendo a necessidade de ser parceira nesse projeto que beneficia a todos nós”.

O secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Henrique Amaral, entende que os ecopontos representam uma mudança significativa na organização da área urbana, mas “é um projeto de mão dupla, precisamos que a população faça a sua parte para evitar que se formem lixões espalhados pela cidade, que se crie ambiente favorável às doenças, porque a Prefeitura está fazendo sua parte, está investindo, mas sozinha não chega a lugar nenhum”. O secretário advertiu – “seremos intransigentes com quem fizer ao contrário, inclusive com multas”.

Além da conservação dos espaços urbanos, o material destinado aos ecopontos vai direto para a Coperlimp, que é a matéria prima para muitos cooperado que sobrevivem trabalhando no setor. A 2ª secretária da cooperativa, Lourdes Pego, é a responsável por receber todo o material no ecoponto do Padre Onesto. Da mesma forma no bairro Bela Vista, a Daiane Santos Lairana é a responsável e orienta as pessoas para que levem o material devidamente separado, “o que é papelão, por exemplo, não pode ser colocado junto com madeira, muitos aceitam outros nem tanto, mas acredito que com o tempo  essa consciência será uma rotina para a população”.

Pela ótica do prefeito Léo Bortolin, se outros projetos dependem de parceria com a população, esse do ecopontos é fundamental a participação de todos, “é fácil reclamar, cobrar providências e atitude do Poder Público, o difícil é ter consciência de fazer a sua parte, mas acredito que com essa campanha que está na rua será impossível alguém ir na contramão; estamos fazendo a nossa parte”.

 

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

MAIS Primavera Do Leste

Lei que proíbe cobrança por estimativa aguarda sanção de governador

Legislação assegura que concessionárias de água, luz e gás fiquem impedidas de realizarem cobrança por estimativa de consumo em todo território de Mato Grosso

Seduc divulga calendário de matrículas da rede pública estadual de ensino

Calendário de unidades escolares funcionarão de forma diferente, devido ao período de reposição das aulas

MAIS LIDAS NO CLIQUE F5

MAIS LIDAS MATO GROSSO


Abaixo reportagens especiais e exclusivas para os assinantes do Jornal O Diário

VANTAGEM

Conheça as vantagens oferecidas no CLUBE DO ASSINANTE DO O DIÁRIO

descontos em medicamentos, mensalidade de academias, compra de óculos, corrida de moto táxi, compra de gás de cozinha e até mesmo na conta do barzinho do final de semana. Esses são alguns dos benefícios oferecidos.

Nome ou atividade:

Bairro ou logradouro:

Produto:

Buscar em:

Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz