propaganda

GÊMEOS SIAMESES /

Quarta-feira, 15 de Agosto de 2012, 05h:00

A | A | A

Família de siameses precisa de ajuda

Bebês já estão com oito meses e em breve farão exames específicos para a separação. Eles já passaram


Redação: Janine de Oliveira
Christoper e Nicolas farão cirurgia no próximo mês
O tempo está passando rápido para os gêmeos siameses Christopher e Nicolas, filhos de Lorraine e Celso Henrique dos Santos, que já estão com oito meses e em breve passarão por exames específicos para a separação.
De acordo com Lorraine no dia 07 do próximo mês eles embarcam para a viagem a São Paulo, onde ficarão no Hospital das Clínicas para uma série de exames com o objetivo de fazer a separação. A situação de saúde delicada preocupa os pais, e como se não bastasse os jovens precisam conviver com a falta de recursos financeiros  para custear gastos com hospedagem para o casal que deverá permanecer em São Paulo, enquanto, os filhos passam por avaliações médicas.
Em recente entrevista ao O Diário e Cliquef5, a jovem mãe, manifestou o receio com a cirurgia, afirmando que não gostaria que ter que escolher qual dos meninos deve sobreviver, “eu quero ter meus dois filhos comigo. A esperança é de que os dois possam ficar bem depois da separação” - acredita.
Mas a preocupação com os gastos é explicada pela situação delicada da família. O pai precisa sustentar os filhos com o salário que recebe como frentista de um posto da cidade, e a mãe dedica todas as horas do seu dia para cuidar de Christopher e Nicolas.
“Os gastos maiores são quanto a hospedagem que se for pagar à vista gira em torno de R$ 1.500 e se for por dia vai sair por R$ 2.100, e esse valor é alto pois teremos outros gastos” - conta Lorraine.
Desde que os bebês nasceram a comunidade têm se mobilizado para arrecadar recursos, leite e fraldas para ajudar. “Recebemos muitas doações, e graças a comunidade conseguimos cuidar dos nossos filhos até agora” - conta.
As crianças nasceram portadoras da Síndrome de Notocórdio. Caracterizada pela duplicação caudal usada para descrever a separação incompleta de gêmeos monozigóticos. A probabilidade de gêmeos nascerem assim é de 1/100 mil.
Eles já passaram por uma cirurgia para a retirada de uma hérnia no intestino aos 03 meses de vida, e foram internados no mês passado, em Cuiabá, para o tratamento de uma torção nos testículos. E agora aguardam os procedimentos cirúrgicos de separação.

Doações podem ser feitas em conta

Interessados em ajudar podem fazer doações depositando em conta poupança na Caixa Econômica.
Dados: Agência: 3927 – Operação 013 - Conta Poupança: 6151-4 – CPF: 032.596.781-40 em nome de Celso Henrique dos Santos.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz