propaganda

DIABETES /

Quarta-feira, 15 de Agosto de 2012, 05h:00

A | A | A

Descobertos novos genes ligados à diabetes tipo 2

Em Primavera do Leste foram registrados 852 casos de diabetes. Todos os PSF’s da cidade possuem atividades voltadas para diabéticos


Redação: Jaqueline Hatamoto
Veja no gráfico informações importantes sobre a doença
De acordo com a pesquisa publicada na revista “Nature Genetics”, uma equipe internacional de pesquisadores da Universidade de Oxford, na Inglaterra, do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), e da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, identificaram 10 novos genes relacionados à diabetes tipo 2.
Com isso, chega a 60 o número de regiões do DNA humano envolvidas na doença, relacionada a obesidade e falta de insulina, hormônio produzido pelo pâncreas.
Para chegarem a tal conclusão, os cientistas avaliaram o DNA de 35 mil pessoas com diabetes tipo 2 e de 115 mil sem a doença.
Diabetes tipo 2 é também chamado de diabetes não insulinodependente ou diabetes do adulto e corresponde a 90% dos casos de diabetes. Ocorre geralmente em pessoas obesas com mais de 40 anos de idade embora na atualidade se vê com maior frequência em jovens, em virtude de maus hábitos alimentares, sedentarismo e stress da vida urbana. Neste tipo de diabetes encontra-se a presença de insulina porém sua ação é dificultada pela obesidade, o que é conhecido como resistência insulínica, uma das causas de HIPERGLICEMIA.
Por ser pouco sintomática o diabetes na maioria das vezes permanece por muitos anos sem diagnóstico e sem tratamento o que favorece a ocorrência de suas complicações no coração e no cérebro. Assim, conseguiram mapear as variações genéticas relativas à condição. Entre os genes descobertos, estão alguns ligados ao envelhecimento, crescimento e divisão das células.
O Brasil é o quinto país com maior número absoluto de diabéticos no mundo e deve permanecer na mesma posição em 2030, segundo a Federação Internacional de Diabetes. Em 2010, 7,6 milhões de brasileiros tinham diabetes, número que deve aumentar para 12,7 milhões em 20 anos.
No mundo, 285 milhões de pessoas com diabetes, em 2010, mais 344 milhões com tolerância à glicose prejudicada. Em 2030, 439 milhões deverão ser diabéticos e outros 472 ter tolerância reduzida, o que seria um “pre-diabetes”. Os campeões mundiais são Índia, China e Estados Unidos, respectivamente.
A causa para o aumento pode estar ligada ao fator financeiro, é que com a melhora de renda mundial, a sobrevida da população também tende a aumentar e junto o diabetes, principalmente na faixa dos 60 aos 79 anos.
No ano de 2011 em Primavera do Leste foram registrados 852 casos da doença, todos os PSF’s da cidade possuem atividades voltadas para diabéticos como o teste de glicemia que emitem o resultado na hora e dependendo do resultado o paciente já é encaminhado para acompanhamento médico.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz