propaganda

DEFINIÇÃO /

Quarta-feira, 16 de Setembro de 2020, 06h:30

A | A | A

Após convenção, Marcos FIlippi e José Alécio Michelon são escolhidos como candidatos a prefeito e vice pelo Podemos

Partido participará do pleito com chapa única, ou seja, sem fazer coligações


Imagem de Capa
Jaqueline Hatamoto

Na tarde desta terça-feira (15), três partidos realizaram as convenções partidárias em Primavera do Leste. Um dos partidos, o Podemos, apresentou como candidato a prefeito e vice Marcos Filippi e José Alécio Michelon. As convenções ocorreram na Câmara Municipal da cidade.

Convenções partidárias são reuniões realizadas por partidos políticos, em que filiados e filiadas, com direito a voto, na forma do estatuto, escolhem os candidatos e candidatas que disputarão o pleito. Também é neste momento que o partido decide se vai participar da eleição majoritária (prefeitos e vice-prefeitos), proporcional (vereadores), ou ambas; sorteia os números com os quais os candidatos irão concorrer; entre outras decisões. Portanto, a convenção é uma das etapas mais relevantes do processo eleitoral.

Adriano Carvalho, presidente do Podemos, ressaltou a importância do partido conseguir fechar uma chapa única, composta por candidatos a vereadores e também para a majoritária. “Nós montamos a nossa chapa com 23 pré-candidatos, no processo de formação da nossa chapa, nós conseguimos lograr êxito em colocar o nome para pré-candidatura a majoritária”, frisou.

O presidente ainda ressaltou sobre o fato de o partido seguir para a disputa sem nenhuma aliança política. “Inicialmente o Podemos já começou como oposição a atual gestão, entendendo que temos uma opção diferente para proporcionar aos eleitores e desde o começo, o projeto sempre foi de caminhar em outra realidade e outro plano. O Podemos começou do zero, com pouquíssimos candidatos e filiados, fomos aumentando e criando corpo e hoje somos a única oposição na cidade de Primavera do Leste”, ressaltou Adriano.

Nas Eleições Municipais de 2020, pela primeira vez, candidatos ao cargo de vereador não poderão concorrer por meio de coligações. O fim das coligações na eleição proporcional foi aprovado pelo Congresso Nacional por meio da reforma eleitoral de 2017. Com isso, o candidato a uma cadeira na câmara municipal somente poderá participar do pleito em chapa única dentro do partido ao qual é filiado.

Com o fim das coligações proporcionais, nas eleições de 2020 cada partido terá direito de lançar até 150% do número de vagas existentes na Câmara Municipal. Assim, no caso de Primavera do Leste, onde o número de vagas é de 15, cada partido, isoladamente, poderá lançar 23 candidaturas. O período da campanha eleitoral inicia no dia 26 de setembro.

 

OUTRAS CONVENÇÕES

Os outros partidos que se reuniram nesta terça-feira foram o Partido Verde - PV e o Partido da Social Democracia Brasileira  - PSDB, estes declaram apoio ao projeto de reeleição de Leonardo Bortolin. 

O prazo para as convenções terminam hoje (16), e até o momento 14 partidos declararam apoio a Leo Bortolin (MDB) e Ademir Goes (DEM). Na noite desta segunda-feira (14), o Democracia Cristã realizou a convenção e entrou na composição. O Partido Verde e o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) também confirmaram o apoio, durante convenção, na tarde desta terça-feira (15). Com adesão do PV, PSDB e DC, Léo Bortolin vai para as urnas com um arco de aliança formado por 14 partidos.

 

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz