EDITORIAL /

Quinta-feira, 09 de Fevereiro de 2012, 05h:00

A | A | A

Tudo o que não volta

Pelo falar das pessoas sabemos o que são e o que se passa em seu coração e em sua mente.


Redação: Janine de Oliveira
Somos responsáveis por nossas palavras e atitudes, nossas decisões e realizações, nossa saúde e doença, nossa felicidade e infelicidade.
Não há Deus e nem santos, não há demônios e nem espíritos, não há anjos e nem protetores, não há pastores e nem curadores, não há médicos e nem sábios, não há astrólogos e nem cartomantes que possam assumir a responsabilidade de nossas decisões e ações. Ninguém vive andando de carona nas costas de outras pessoas. Somos as costas de nós mesmos.
Existem três coisas na vida que não voltam mais: o tempo perdido, a pedra depois de atirada e a palavra proferida. Se quebrou o vidro, o vidro está quebrado. Se bateu na cara de alguém, não tem como retirar. Se caiu no terreno ou na casa do vizinho, ali chegou para não voltar. Temos que pensar muito antes de colocar uma pedra em nossas mãos. Se as emoções estiverem quentes, ninguém segura a pedra. Em vez de atirar é melhor com ela bater no próprio peito. Reconhecer os próprios erros. Confessar-se pecador. Assim feito, vai passar a vontade de atirar pedras nas outras pessoas e fatos.
Palavra pronunciada não volta mais. Não adianta pedir desculpas. Não adianta explicar-se. Não adianta retratar-se.
A palavra que partiu de nossa boca não volta mais. Nem mais é destruída. Anda solta pelo espaço. É uma energia que não volta. Como é bom saber pronunciar palavras que fazem bem, palavras de ternura e otimismo, de apoio e bondade, de fé e esperança. Na verdade, somos nossas palavras. A boca fala do que o coração está cheio.
Pelo falar das pessoas sabemos o que são e o que se passa em seu coração e em sua mente.
Oportunidade perdida não volta mais. A vida é feita de oportunidades. É o negócio que chegou. A possibilidade de um curso. Um novo trabalho que se apresenta. Uma viagem que é proposta. Um serviço a assumir. A possibilidade de um retiro espiritual. Novas pessoas para se relacionar. Um novo programa de vida pessoal. Deixar de beber exageradamente. Deixar o cigarro. E assim chegam as oportunidades, que são assumidas ou simplesmente descartadas.
E as oportunidades passam. Não há arrependimentos que possam fazer voltar. Não há volta do que se foi.
Pessoa esperta,  acordada e inteligente é aquela que sabe perceber as oportunidades. E percebendo que  é um novo passo para o crescimento e realização, não as deixam passar. E para todos aparecem novas oportunidades. Tudo é questão de vigilância e vontade.
Tempo perdido não volta mais. Diz a sabedoria da Bíblia que há tempo para tudo: começar e acabar, nascer e morrer, plantar e colher, amar e desamar, sorrir e chorar, ganhar e perder, falar e calar.
Ser sábio é saber aproveitar o tempo. Viver é encher o tempo. Saber com o que encher o tempo é viver na sabedoria.
Tempo perdido não volta mais. Não há como recuperá-lo. O tempo agora é um novo tempo. Não é possível trazer o tempo passado para o tempo presente. Aproveitar cada momento do tempo para realizar os sonhos da vida é viver com sabedoria.
Então que tomemos cuidado com as palavras, as pedras e principalmente o tempo, pois como dizia Mário Quintana, "quando você vê já são seis horas".

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz