propaganda

EDITORIAL /

Quinta-feira, 12 de Janeiro de 2012, 15h:07

A | A | A

Segredos femininos

Toda a mulher quer um amor, até mesmo aquelas que não admitem


Redação: Janide de Oliveira

Escrever é uma arte. E como em toda a arte, somente podemos expressar aquilo que conhecemos e sentimos. Sempre admirei a forma como a escritora gaúcha (como eu), Martha Medeiros, escreve. De forma direta revelando o universo feminino, que para mim é fascinante. Então peço licença aos leitores e me dedicarei às mulheres, por hoje.
Levanta o dedinho mindinho a mulher que nunca sonhou com um amor daqueles de novela. Uma paixão dessas de fazer flutuar, levitar a até ter super poderes? Garanto que todas nós em alguma idade de vida, ou em todas.
O fato é que temos a mania de esperar o cara do cavalo branco, cavalheiro, gentil, sem nos dar conta que os homens (bem, humanos), não conseguem ser tudo isso nessa ordem o tempo todo. Se o amor, dizem os filósofos, é grande. Deveríamos suportar quando eles ficam gritando na frente da televisão xingando o único cara de preto no meio do campo de futebol. Quando eles, nossos amados, esquecem a toalha molhada em cima da cama. Quando não arrotam num tom acima dos decibéis suportáveis pela etiqueta, ou durante uma TPM eles perdem a compostura com tanta oscilação de humor.
Amar não é uma tarefa fácil. Requer respeito, entendimento e exercício contínuo. Adoro observar as mulheres falar de relacionamentos a minha volta. Muito bom aprender com as confissões das amigas. Tenho algumas que preferem caras mais novos, tem paciência para ensinar as coisas da vida, não falei nada sobre relação íntima, falo sobre aguentar toque no celular de madrugada no bom do sono, mensagens em redes sociais, comentários com símbolos que parecem carinhas e apelidos diminutivos. Outras preferem caras mais velhos, querem conversar, ser tratadas como meninas inocentes, querem sentir um colo, um afago, e adoram afirmar que estão nessa porque o fulano é maduro.
Algumas têm sina para homem casado. Parece imã, é incrível, se em um milhão de homens solteiros tiver um casado. Bingo! É aquele. Não é falta de caráter, nem de vergonha na cara, é uma questão de gosto, preferência, feeling. E o pior que os danados sabem. Chegam de mansinho, falam que estão numa pior no relacionamento, que precisavam de apenas uma oportunidade para mudar de vida. Quem vai dizer que não é amor? Por acaso ele tem apenas uma forma?
Quando eu brincava de casinha, conta minha mãe, que vivia batendo no marido. Que detalhe bem importante da minha personalidade. Hoje faço o estilo independente, mas no fundo quero meu Romeu. Não exijo muito. Não precisa de cavalo branco, nem de armadura. Pode ser simples, ter um sorriso lindo, deixo ser teimoso, mudamos o adjetivo para insistente. Realmente, somos todas meninas. Ana Carolina foi feliz ao cantar que "toda mulher gosta de rosas". Toda mulher quer um amor. Até mesmo aquelas que não admitem. O universo feminino que talvez para os homens seja um teorema é o mais simples possível. Basta saber observar nossos sinais. E com um pouco de coração e um tanto de esforço há como decifrar. Somente os homens se comprometerem com o que dizem. Mas isso já é outro assunto.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Caso a vacina para a Covid-19 seja liberada no Brasil, você pretende tomar?
Sim, se for a Chinesa
Sim, se for a Russa
Sim, se fosse outra
Nem pensar
Não tenho opinião formada sobre o assunto