propaganda

EDITORIAL /

Sexta-feira, 20 de Março de 2020, 07h:00

A | A | A

Se cada um fizer sua parte, vai dar tudo certo!

Medidas mais enérgicas precisam ser tomadas, como fechamento de aeroportos, comércio e demais locais onde seja possível a aglomeração de pessoas


Imagem de Capa
Da Redação

Estamos diante de um assunto nunca vivido antes, o “tal” do Coronavírus nos pegou de “calças curtas”, estamos diante de uma pandemia, que causa histeria e medo, e não há nenhuma medida extremamente dura para manter as pessoas realmente dentro de casa.

 

Decretos federais, estaduais e municipais são publicados e editados quase que diariamente, não pode festa, não pode aglomeração, não pode sair, evitar contato, incentivar o distanciamento social, e o que vemos? Pessoas que poderiam ficar em casa encontrando um motivo para irem as ruas. Medidas mais drásticas precisam ser tomadas. Por enquanto na cidade não temos nenhum caso confirmado, quatro pessoas são monitoradas. Então esse é o momento de agir.

Não há nenhuma medida em relação a rodoviária, chega gente todos os dias alí, que não se sabe de onde vem. Em outros lugares como na China, há agentes que verificam a temperatura de pessoas que entram e saem de estação de trem.

Temos um aeroporto, e não há um dia sequer que não ocorram pousos e decolagens. Não há nenhuma medida restringindo essas entradas. Há muitas coisas que chegam por avião como remédios por exemplo, mas há como monitorar tudo sim!

Outro setor que precisa de medida enérgica, é em relação ao funcionamento do comércio, dos locais que não são considerados pontos de abastecimento. Cabe ao prefeito decidir, e não jogar a situação para as entidades e para os comerciantes, ele tem o poder de mandar fechar ou manter aberto. Trata-se de fechar o cerco e achatar a curva, e quem sabe manter Primavera do Leste fora do cerco de propagação do vírus.

A Itália por exemplo, país que todos os dias registra centenas de morte, ninguém pode sair de casa, todos estão de quarentena. As pessoas podem sair para ir ao mercado, porém, antes precisam imprimir um documento com o motivo do deslocamento. Nas ruas há fiscais e se a pessoa não apresentar o motivo é multada em 206 euros, o equivalente da R$ 1.130. A medida que parece extremista, teve que ser tomada, pois as pessoas insistiam em se deslocar, iam as praias, visitar parentes, todo mundo achando que estava de férias e aqui no Brasil é a mesma coisa, em Primavera do Leste é igual.

Por isso é preciso tomar medidas mais enérgicas, e fazer cumprir a lei, só para forçar o censo de responsabilidade social.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Caso a vacina para a Covid-19 seja liberada no Brasil, você pretende tomar?
Sim, se for a Chinesa
Sim, se for a Russa
Sim, se fosse outra
Nem pensar
Não tenho opinião formada sobre o assunto