OPINIÃO SOBRE AS QUESTÕES AMBIENTAIS /

Segunda-feira, 27 de Junho de 2011, 11h:04

A | A | A

Pior...?

A questão política precisa ser melhor observada pelos eleitores


Imagem de Capa
O Editor

Pior do que está não fica! Com esse bordão o palhaço Tiririca fez centenas de milhares de votos e tornou-se um dos deputados federais mais votados durante as últimas eleições. Para alguns o acontecimento foi devido à descrença da população brasileira com relação à política. Para muitos no entanto Tiririca representa grande parte do eleitorado brasileiro, com seu jeito “simples” ser.

Ora, simples ou não foi um dos primeiros a protagonizar o ato que ensejou a devolução de diárias quando se hospedou em um resort no Nordeste. O episódio ele procurou explicar inicialmente como sendo fruto do trabalho e estaria palestrando para eleitores. Sim, eleitores daquela região, de um estado específico, enquanto ele se elegeu por outro. Pois bem, em que pese a devolução de pouca coisa, no caso cerca de R$ 900 reais [que pode ter acontecido em função da simplicidade do nobre parlamentar] agora o próprio partido do deputado o coloca em evidência como “garoto propaganda” da sigla e ele tem uma contribuição muito grande a dar.

 Entre outras citações ele diz que “ao aprender as funções de deputado”, ou algo parecido. É simples assim. Tenho vontade de ser candidato e, em nome é claro do livre exercício da democracia eu posso, desde que esteja com os direitos políticos em dia. Então, cabe realmente à população pensar se pode ou não ficar pior do que está. E é claro que a cada dia fica. Não de forma escrachada, a toda hora na imprensa, mas de modo velado que é como está acontecendo: leis que são aprovadas em puro benefício de uma seleta classe e a população, em vez de tentar ao menos refletir sobre os seus representantes, simplesmente prefere o voto de protesto, o voto do ridículo.

Cada qual escolhe em quem votar, é óbvio, mas é claro que alguns, em que pesem serem menos politiqueiros, são bons representantes. Os escândalos que a cada dia se tornam mais frequentes somente refletem o que o próprio país já percebeu: a corrupção está presente em todos os níveis. Mesmo assim é preciso acreditar e observar que existem modos de filtrar, tentar melhorar o país e a realidade na qual vivemos. 

Já se preparam, tanto os politiqueiros quanto os políticos, para lançarem e se lançarem candidatos nas eleições municipais do próximo ano. Que possamos até lá, avaliar de forma bastante criteriosa os que vão se apresentar em busca de captação de votos e a partir daí formar uma opinião séria, correta e concreta sobre os escolhidos.

É claro que para toda função o conhecimento é exigido, afinal de contas além de estudo, conhecimento teórico e preparo é preciso comprometimento com tudo e mais ainda quando a questão é política. Somente a partir disso será possível dizer que “não pode ficar pior, mas temos sim é que melhorar”.

 

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz