Editorial /

Terça-feira, 12 de Julho de 2011, 21h:47

A | A | A

Agrotóxicos são perigo no prato

Ele acabaou com a prática vergonhosa do oferecimento de propinas às empresas



O Brasil é o campeão mundial no uso de agrotóxicos. Apesar de aumentar a produtividade na lavoura, seu uso acarreta problemas de saúde e perda da biodiversidade, contaminando o solo, a água, a flora e a fauna.

 Devido ao clima tropical, à incipiente informação por parte dos fabricantes e ao monitoramento precário do poder público, muitos agricultores não têm o necessário cuidado ao manipular os produtos.

 Em 2007, 3.306 produtores sofreram intoxicação pelas substâncias no País e, desses, 23 morreram. Diversos estudos apontam para casos de câncer, alterações hormonais e riscos maiores de distúrbios neurológicos, em especial a depressão, que pode levar ao suicídio, em pessoas expostas a agrotóxicos por longos períodos.

A Anvisa constatou que, entre 2001 e 2004, das 4 mil amostras de culturas oriundas de 13 estados, 83,4% continham resíduos de agrotóxicos não autorizados e 16,6% estavam acima do limite máximo de químicos recomendado.

Em junho de 2009, o órgão intensificou a fiscalização das empresas do ramo. Nas seis companhias vistoriadas, foram encontradas irregularidades. Ao todo, 9 milhões de litros do material foram interditados. De janeiro a março deste ano, já foram apreendidas 10,95 toneladas de produtos falsificados nas lavouras do País.

 Por isso, deve-se priorizar o consumo de alimentos orgânicos. Além de não agredirem o meio ambiente, eles possuem em média 25% mais nutrientes do que os convencionais. O milho cultivado sem agrotóxico contém 58% a mais de componentes que ajudam a proteger o coração, e os tomates, morangos e amoras orgânicos, cerca de 20%. No Brasil, os alimentos orgânicos movimentam mais de US$ 250 milhões por ano.

Com a Lei de Produção de Orgânicos, detalhada no final de 2009, teremos condições de tornar a nação uma grande produtora, já que as normas dão segurança e incentivam investimentos na área. Atualmente, os orgânicos são cultivados por somente 1,8% dos agricultores brasileiros, e 60% da produção é exportada. Contudo, o mercado internacional do setor movimenta em torno de US$ 50 bilhões anualmente. Para que o segmento possa desenvolver um mercado pujante, é fundamental que os consumidores tornem-se cada vez mais conscientes e exigentes, e que os governos colaborem mais. As unidades de ensino poderiam dar preferência aos orgânicos nas refeições escolares, ideia por nós defendida em um projeto de lei.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

MAIS Primavera Do Leste

Mais humano impossível

O que chama a atenção é a forma como as famílias são tratadas

Invasão nas margens da BR-070

Um problema de mais de três décadas perto do fim

MAIS LIDAS NO CLIQUE F5

MAIS LIDAS MATO GROSSO


Abaixo reportagens especiais e exclusivas para os assinantes do Jornal O Diário

VANTAGEM

Conheça as vantagens oferecidas no CLUBE DO ASSINANTE DO O DIÁRIO

descontos em medicamentos, mensalidade de academias, compra de óculos, corrida de moto táxi, compra de gás de cozinha e até mesmo na conta do barzinho do final de semana. Esses são alguns dos benefícios oferecidos.

Nome ou atividade:

Bairro ou logradouro:

Produto:

Buscar em:

Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas

26/06 - Em cerimônia pontuada por bom gosto e emoção na Igreja Matriz, Thayara Rodrigues & Duan Pilonetto receberam a bênção matrimonial no último sábado, 22. Impecavelmente vestida pelo estilista mais famoso do Brasil, Lucas Anderi, a noiva emocionou os convidados logo antes da sua entrada com depoimento para o noivo. Já ele usava um terno Camargo, sendo que o estilista fez questão de colocá-lo em suas redes sociais. Com um flashmob feito pela Musique Casamentos, cantores e violinos surgiam entre os convidados enquanto as alianças eram conduzidas pela avó da noiva ao altar. Queima de fogos iluminaram a noite ao final da cerimônia religiosa. O salão do Centro de Eventos Primacredi foi transformado com suntuosa decoração por Anna Carolina para receber o em torno de 500 convidados para a celebração da boda. O buffet sempre agradável de Dulce Aguiar, (Roo) servia de volantes como as panelinhas quentes até um buffet de comida japonesa requintado, na ímpar noite que foi adoçada pelas receitas de Claudete Zandoná. A animação da festa ficou a cargo da Banda Bis de Cuiabá, além do receptivo da Musique com apresentação do Brass Live durante a festa que foi até as 6 da manhã. Um dos pontos altos da noite foi a surpresa feita pelos padrinhos que interromperam o final da apresentação dos noivos, surpreendendo com todas as músicas que os recém casados gostam e fazendo a festa já pegar fogo, mais uma das brilhantes ideias do Cerimonial Fabiano Fernandez que produziu e atendeu todo o evento com a mesma maestria de sempre, já conhecida e aprovada. Confira mais flashes by Marcello Holanda . Fotos oficiais Fares Rames.

Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.