EDITORIAL /

Quarta-feira, 27 de Setembro de 2017, 15h:09

A | A | A

500 casas sorteadas não servirão para melhorar as margens da BR-070

A Justiça já determinou que a prefeitura arque com as despesas do aluguel social. Essa decisão não cabe mais recurso, então por quê não fazer já?


Imagem de Capa
WALDIR FREITAS

Na edição de hoje (27) do Jornal O Diário publicou a retirada de famílias das margens da BR-070, sentido Barra do Garças. 14 famílias foram retiradas do local. Apenas as14 foram contempladas no conjunto habitacional Guterres.

Entretanto, às margens da BR-070 moram mais de 100 famílias. Retirar 14 apenas... Ainda, da forma que a ação está sendo feita não resolve, já que o lugar fica limpo e “pronto” para novas invasões.

Quem chega em Primavera do Leste pela BR-70, sentido Barra do Garças, há mais de trinta anos, se depara com invasões e casebres às margens da rodovia. E, entra prefeito, sai prefeito e está cada vez pior: só aumenta a quantidade de barracos. E, pelo “andar da carruagem” o problema está longe de ser resolvido.

Falta força por parte do DNIT dono da área, em tirar as famílias, falta força e vontade por parte da Prefeitura em assumir a responsabilidade. A Justiça determinou a reintegração de posse. Os mandados precisam ser cumpridos. Teria o prefeito atual, Leo Bortolin, a coragem e os instrumentos necessários para acabar, de vez, com tais invasões e urbanizar às margens da BR-070? É um enorme desafio para o gestor. Pois são dois problemas: abrigar as famílias e promover a urbanização.

A Justiça já determinou que a prefeitura arque com as despesas do aluguel social. Essa decisão não cabe mais recurso, então por quê não fazer já?

Além de abrigar as pessoas, não precisa ser muito inteligente para ver que a prefeitura teria que derrubar os barracos, cortar as árvores e promover a terraplanagem, mesmo sem aterrar, pois ficaria muito alto o custo, neste momento. Com a área limpa, sem sombra (invasor adora uma árvore para fazer sombra no barraco) e uma rua onde hoje é apenas barracos, mudaria muito o visual da entrada da cidade e impediria novas invasões.

Não dá para entender como a 5ª economia do Estado de Mato Grosso abriga uma favela na entrada da cidade há mais de 30 anos.

3 Comentário(s)
Corrigindo, Primavera do Leste não é mais a quinta economia do estado, e agora ocupa a sétima posição perdendo espaço para Campo Verde e Nova Ubiratã que ocuparam quinta e sexta posição respectivamente! Isso diante de dados do IBGE, dados referentes ao ano de 2016.
enviado por: Robson em 27/09/2017 às 16:58:59
2
 
0
responder
Corrigindo, uma parte dessa área pertence ao governo federal, estando o município e todas as gestões, passadas, presente e futura, de mão atadas, por ausência de competência legal.
enviado por: O leitor em 28/09/2017 às 16:58:32
2
 
2
responder
Infelizmente os moradores dessa "favela" moram nesse local por não terem outra opção. Sim, é um descaso com essas pessoas, pois já ocorreram vários programas habitacionais e apenas 15 família foram contempladas. Eu sei como a 5° economia do mato grosso tem uma "favela" na entrada da cidade, é apenas falta de atenção da prefeitura e do governo federal que também é dono da área.
enviado por: Luana Oliveira em 08/11/2017 às 10:51:35
0
 
0
responder

MAIS Primavera Do Leste

Mais humano impossível

O que chama a atenção é a forma como as famílias são tratadas

Invasão nas margens da BR-070

Um problema de mais de três décadas perto do fim

MAIS LIDAS NO CLIQUE F5

MAIS LIDAS MATO GROSSO


Abaixo reportagens especiais e exclusivas para os assinantes do Jornal O Diário

VANTAGEM

Conheça as vantagens oferecidas no CLUBE DO ASSINANTE DO O DIÁRIO

descontos em medicamentos, mensalidade de academias, compra de óculos, corrida de moto táxi, compra de gás de cozinha e até mesmo na conta do barzinho do final de semana. Esses são alguns dos benefícios oferecidos.

Nome ou atividade:

Bairro ou logradouro:

Produto:

Buscar em:

Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas

26/06 - Em cerimônia pontuada por bom gosto e emoção na Igreja Matriz, Thayara Rodrigues & Duan Pilonetto receberam a bênção matrimonial no último sábado, 22. Impecavelmente vestida pelo estilista mais famoso do Brasil, Lucas Anderi, a noiva emocionou os convidados logo antes da sua entrada com depoimento para o noivo. Já ele usava um terno Camargo, sendo que o estilista fez questão de colocá-lo em suas redes sociais. Com um flashmob feito pela Musique Casamentos, cantores e violinos surgiam entre os convidados enquanto as alianças eram conduzidas pela avó da noiva ao altar. Queima de fogos iluminaram a noite ao final da cerimônia religiosa. O salão do Centro de Eventos Primacredi foi transformado com suntuosa decoração por Anna Carolina para receber o em torno de 500 convidados para a celebração da boda. O buffet sempre agradável de Dulce Aguiar, (Roo) servia de volantes como as panelinhas quentes até um buffet de comida japonesa requintado, na ímpar noite que foi adoçada pelas receitas de Claudete Zandoná. A animação da festa ficou a cargo da Banda Bis de Cuiabá, além do receptivo da Musique com apresentação do Brass Live durante a festa que foi até as 6 da manhã. Um dos pontos altos da noite foi a surpresa feita pelos padrinhos que interromperam o final da apresentação dos noivos, surpreendendo com todas as músicas que os recém casados gostam e fazendo a festa já pegar fogo, mais uma das brilhantes ideias do Cerimonial Fabiano Fernandez que produziu e atendeu todo o evento com a mesma maestria de sempre, já conhecida e aprovada. Confira mais flashes by Marcello Holanda . Fotos oficiais Fares Rames.

Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.