SAÚDE /

Segunda-feira, 07 de Janeiro de 2019, 07h:00

A | A | A

Sem receber repasses para saúde poder público pede o bloqueio das contas do governo do estado

O débito ultrapassa os R$ 7 milhões


Imagem de Capa
Da Redação

O ano de 2018, foi marcado por constantes reclamações no setor da saúde municipal, as principais reclamações giraram em torno da atenção básica, onde moradores questionaram enormes filas, falta de medicamento e profissionais para atendimento.

A justificativa dada pelo poder público, para tanta ineficiência, foi a falta de recursos para investimento, já que o governo do estado não realizava os repasses financeiros. O município então passou a investir em intervenções de média e alta complexidade, setor esse de inteira responsabilidade do estado. O objetivo era não deixar que as pessoas ficassem sem o atendimento de Unidade de Terapia Intensiva – U.T.I, por exemplo.

O débito que ultrapassa os R$ 7 milhões, levou a prefeitura a solicitar o bloqueio das contas do governo do estado, para que os valores que não são pagos desde 2013, fossem repassados. O que até o fechamento desta edição especial não havia ocorrido.

Outro problema constatado em 2018, que contribui para demora no atendimento médico e aumento das filas de espera, está no fato de que muitos moradores da cidade trazem parentes de outras localidades para serem atendidos no município. “Temos hoje de acordo com o IBGE 60 mil habitantes e só na farmácia municipal temos mais de 190 mil cadastros, então alguma coisa está errada. Fazer uma triagem, identificar a falha”, disse o prefeito Leonardo Bortolin.

 O prefeito destacou que as filas existentes em Primavera do Leste, se comparadas com a demanda de outros municípios são menores. E que para o próximo ano já está prevista a realização de mutirões de cirurgias.  Através de convênio com o governo federal, conseguimos viabilizar R$ 400 mil, esse dinheiro vou dedicar a cirurgia eletivas, pegar a maior demanda e tentar zerar as filas”, frisou.

Fazendo um outro comparativo com municípios vizinhos, o prefeito classifica o atendimento recebido via Sistema Único de saúde, como um dos melhores da região. “Infelizmente o S.U.S sempre recebe uma sobrecarga e então sempre haverá filas. Primavera em que pese suas dificuldades, está muito melhor que muitas cidades do estado. Hoje se o cidadão precisa de um atendimento, uma cirurgia como apêndice, cesárea. Hoje essa pessoa vai fazer no hospital que é o mesmo em que uma pessoa tem plano de saúde faz. Com o mesmo médico, mesmos equipamentos. A única diferença é que um fica na enfermaria e outro fica em apartamento. Quando a gente olha outros municípios como Sinop, Cuiabá, as UTIS fecharam, aqui só não fechou por que a prefeitura está custeando uma contrapartida que o município não paga mais”, exemplificou Leo.

 

PRIMAVERA DO LESTE POLO DE SAÚDE?

Com UTI funcionando e possibilidade de que o paciente receba o tratamento de hemodiálise na cidade mesmo, e com o município custeando tratamentos de responsabilidade do governo estadual. Não estaria na hora de Primavera do Leste se tornar um polo regional de saúde?

O prefeito Leonardo Bortolin, diz que se houvesse a certeza dos repasses via esfera federal e estadual a ideia seria linda. Porém; “eu tenho medo do estado não arcar com suas necessidades e o município ficar com sobrecarga muito maior, e atrair pacientes de outras regiões que não é uma responsabilidade nossa, e na hora de vir o dinheiro por parte do governo do estado o dinheiro não chegar. E acabar acontecendo como outras cidades onde os prefeitos se encontram sem saber o que fazer. Se os repasses ocorressem seria lindo, mais não acontecem sobra tudo para o município, virá muito mais gente, o estado não paga o governo federal atrasa e aí? O que vai acontecer?”, ressaltou.

 

PROJETO PARA 2019

Os planos para melhorar a estrutura de saúde pública municipal e garantir a ampliação de atendimentos, incluem: Entrega do ESF no Padre Onesto Costa e outra no Jardim Luciana. Colocar o mamógrafo para funcionar. Iniciar a construção do ESF do Guterres e encaminhar a autorização para dar prosseguimento a unidade do Vertentes das Águas.  “Além disso queremos aumentar a atenção básica, desenvolver mecanismos em que o paciente não fique na fila na questão de exames, uma coisa mais automática. Para se ter uma ideia, quando assumimos a fila de espera para exame de sangue demorava de 60 a 80 dias, hoje é praticamente imediato. Raio X, tinha gente esperando há três meses e hoje não fica mais”, finalizou Leo.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

MAIS Primavera Do Leste

Novo pedágio na MT-130 pode inviabilizar setor produtivo

Produtores rurais são contra concessão do trecho entre Primavera e Paranatinga

Audiência pública para discutir pedágio em estrada que liga a Paranatinga foi realizada

A audiência tem ainda a missão de esclarecer sobre os termos no edital

MAIS LIDAS NO CLIQUE F5

MAIS LIDAS MATO GROSSO


Abaixo reportagens especiais e exclusivas para os assinantes do Jornal O Diário

VANTAGEM

Conheça as vantagens oferecidas no CLUBE DO ASSINANTE DO O DIÁRIO

descontos em medicamentos, mensalidade de academias, compra de óculos, corrida de moto táxi, compra de gás de cozinha e até mesmo na conta do barzinho do final de semana. Esses são alguns dos benefícios oferecidos.

Nome ou atividade:

Bairro ou logradouro:

Produto:

Buscar em:

Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas

26/06 - Em cerimônia pontuada por bom gosto e emoção na Igreja Matriz, Thayara Rodrigues & Duan Pilonetto receberam a bênção matrimonial no último sábado, 22. Impecavelmente vestida pelo estilista mais famoso do Brasil, Lucas Anderi, a noiva emocionou os convidados logo antes da sua entrada com depoimento para o noivo. Já ele usava um terno Camargo, sendo que o estilista fez questão de colocá-lo em suas redes sociais. Com um flashmob feito pela Musique Casamentos, cantores e violinos surgiam entre os convidados enquanto as alianças eram conduzidas pela avó da noiva ao altar. Queima de fogos iluminaram a noite ao final da cerimônia religiosa. O salão do Centro de Eventos Primacredi foi transformado com suntuosa decoração por Anna Carolina para receber o em torno de 500 convidados para a celebração da boda. O buffet sempre agradável de Dulce Aguiar, (Roo) servia de volantes como as panelinhas quentes até um buffet de comida japonesa requintado, na ímpar noite que foi adoçada pelas receitas de Claudete Zandoná. A animação da festa ficou a cargo da Banda Bis de Cuiabá, além do receptivo da Musique com apresentação do Brass Live durante a festa que foi até as 6 da manhã. Um dos pontos altos da noite foi a surpresa feita pelos padrinhos que interromperam o final da apresentação dos noivos, surpreendendo com todas as músicas que os recém casados gostam e fazendo a festa já pegar fogo, mais uma das brilhantes ideias do Cerimonial Fabiano Fernandez que produziu e atendeu todo o evento com a mesma maestria de sempre, já conhecida e aprovada. Confira mais flashes by Marcello Holanda . Fotos oficiais Fares Rames.

Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.