propaganda

RETROSPECTIVA /

Segunda-feira, 23 de Dezembro de 2019, 07h:00

A | A | A

Revitalização de praças e avenidas de Primavera do Leste

Retirada de árvores foi alvo de polémica no município


Imagem de Capa
Da Redação

Desde 2018, quando algumas Flamboyant começaram a cair na Avenida Porto Alegre, devido ao tempo de vida – cerca de 30 anos –, o Poder Executivo anunciou que faria revitalização das principais vias da cidade.  Além de oferecer riscos de vida, esta espécie causa problemas como danificação na calçada e pavimento. Parte da população se manifesta a favor e outra contra a substituição.

A revitalização dos canteiros centrais começou a ser realizada nas avenidas Porto Alegre, Campo Grande e Cuiabá. De acordo com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, a retirada das árvores se fez necessária para a segurança de todos.

A principal mudança deve ocorrer na Avenida Porto Alegre, onde a maioria das arvores já começaram a ser retiradas. A obra além de garantir a modernização da via, tem como objetivo ajudar na melhoria do fluxo de veículos e fomentar o comércio local. O projeto a ser desenvolvido leva em consideração o plano de mobilidade que vem sendo desenvolvido na cidade.

De acordo com o prefeito Leonardo Bortolin, a modernização se faz necessária, já que a avenida é de suma importância para o comércio local. As árvores que se encontram plantadas no canteiro central da via serão substituídas por outras. “É natural que com o passar do tempo a vida útil destas árvores está se esgotando, muitas delas já caíram ou tiveram que ser retiradas por motivo de segurança”.

Segundo Léo, as árvores que serão plantadas também farão sombras para estacionamento e para ciclistas, já que no canteiro central terá uma ciclovia. “Em todo prolongamento será feita uma ciclovia interligando os eixos desde próximo a Câmara até o viaduto, onde serão plantadas árvores com copas grandes para fazer sombras, tanto para o ciclista e estacionamento dos veículos”, frisou o prefeito.

A obra que será custeada com recursos próprios da municipalidade prevê ainda que toda a sinalização vertical e horizontal seja revitalizada. Outra novidade é a instalação de semáforos. “Os semáforos serão instalados em alguns pontos para melhorar o trânsito”, explicou Léo.

 

PRAÇA CENTRAL

Em outubro de 2019, a Prefeitura de Primavera do Leste deu início ao projeto de revitalização da Praça da Matriz. O local foi inaugurado há 30 anos e desde então nunca recebeu nenhuma reforma significativa. O projeto moderno prevê um amplo playground, praça de alimentação, bancos modernos, arborização e um monumento de tamanho real do Padre Onesto Costa. No entanto, para que tudo isso possa ser implantado, árvores precisaram ser retiradas, o que não agradou muito a população. Segundo a Secretaria de Meio Ambiente, 90 árvores das mais variadas espécies foram retiradas, espécies essas que serão substituídas por um número maior.

O projeto arquitetônico para a reforma foi elaborado por alunos do curso de arquitetura da Universidade de Cuiabá (Unic) polo Primavera do Leste, com a complementação da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM). Serão R$ 1,9 milhão de recursos próprios da Prefeitura investidos nessa revitalização.

O prefeito Léo Bortolin comenta que decidiu fazer essa obra porque entende que a praça é um dos principais cartões-postais da cidade. “Não poderíamos deixar de voltar as atenções de nossa gestão para a Praça Matriz. É aqui que, em todos os anos, as famílias se reúnem para celebrar as festividades, além de estar bem no centro de nossa cidade”, destacou.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz