propaganda

DECRETO POLÊMICO /

Quarta-feira, 13 de Janeiro de 2021, 08h:03

A | A | A

Prefeito se antecipa e determina vacinação obrigatória contra a Covid

Documento afirma que a medida é uma forma de evitar propagação da pandemia


Imagem de Capa
Repórter MT

O prefeito Jakson de Oliveira Rios Júnior, o Juninho do PT, não esperou a vacina contra a covid-19 ser a aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e já determinou, por meio de decreto publicado nessa segunda-feira (11), que os moradores do município de Castanheira (773 km de Cuiabá) serão obrigados a se imunizarem.

No documento o prefeito afirma que a medida é uma forma de evitar a propagação da pandemia decorrente do novo coronavírus no âmbito do município.

Por isso, determina a realização compulsória de exames médicos, testes laboratoriais, coleta de amostras clínicas, vacinação e outras medidas profiláticas, além de tratamentos médicos específicos e estudo ou investigação epidemiológica.

Neste caso é importante ressaltar que mesmo contra a vontade todos os moradores terão que se vacinar contra o vírus.

Juninho do PT também manteve a suspensão das aulas da rede municipal, concessão de alvará para a realização de eventos, atividades coletivas nas academias públicas, além de inaugurações de obras públicas e programações de festivais e eventos privados em espaços fechados.

Por outro lado, o prefeito autorizou que comércio o continue de portas abertas, inclusive, as atividades não essenciais privadas, em qualquer dia da semana, observadas as normas e critérios estabelecidos.

“Fica permitida a venda e comercialização, no espaço da Feira Municipal com ocupação máxima de 60% (sessenta por cento) das bancas. Os Estabelecimentos Comerciais, de Serviços e demais Atividades em Geral, bem como os Eventos, deverão adotar as seguintes medidas de orientação, higienização e desinfecção para a prevenção da disseminação comunitária do Novo Coronavírus, observado para todos os efeitos a natureza da sua atividade, e obrigam- se a obedecer e cumprir às seguintes determinações sanitárias”, diz trecho do documento.

Missas, cultos e demais celebrações religiosas também estão liberadas na cidade.

1 Comentário(s)
SERA QUE ESSE PREFEITO IRÁ ASSINAR UM TERMO SE RESPONSABILIZANDO POR FUTURAS CONSEQUÊNCIAS CAUSADAS PELA VACINA? ESTAMOS EM UMA DITADURA CAMUFLADA!!!
enviado por: PAULO em 15/01/2021 às 08:08:07
1
 
0
responder
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Caso a vacina para a Covid-19 seja liberada no Brasil, você pretende tomar?
Sim, se for a Chinesa
Sim, se for a Russa
Sim, se fosse outra
Nem pensar
Não tenho opinião formada sobre o assunto