SAÚDE MENTAL /

Quarta-feira, 13 de Novembro de 2019, 07h:00

A | A | A

Transtorno de personalidade histriônica

As pessoas que apresentam tal transtorno são facilmente influenciadas por outros e pelas tendências momentâneas


Imagem de Capa
Beatriz G. Rufato

Pacientes com transtorno de personalidade histriônica exigem continuamente que sejam o centro das atenções e muitas vezes ficam deprimidos quando não são. Eles são muitas vezes altamente dramáticos entusiastas e paqueradores e, às vezes, encantam novos conhecidos. Esses pacientes muitas vezes se vestem e agem de forma inadequadamente sedutora e provocante, não apenas com potenciais interesses românticos, mas em muitos contextos (p. ex., trabalho, escola). Eles querem impressionar os outros com sua aparência e, assim, muitas vezes ficam preocupados com a forma como parecem.

Expressão da emoção pode ser superficial (desligada e ligada muito rapidamente) e exagerada. Eles falam de forma dramática, expressando opiniões fortes, mas com poucos fatos ou detalhes para apoiar suas opiniões.

As pessoas que apresentam tal transtorno são facilmente influenciadas por outros e pelas tendências momentâneas. Eles tendem a confiar muito nos outros, especialmente em figuras de autoridade que, pensam, podem ser capazes de resolver todos os seus problemas. Eles frequentemente acham que os relacionamentos são mais próximos do que eles são. Eles anseiam por novidade e tendem a se aborrecer facilmente. Assim, eles podem trocar de emprego e amigos com frequência. Gratificação adiada é muito frustrante para eles, então suas ações são muitas vezes motivadas pela obtenção de satisfação imediata.

Alcançar intimidade emocional ou sexual pode ser difícil. Os pacientes podem, muitas vezes sem ter ciência disso, desempenhar um papel (p. ex., vítima). Eles podem tentar controlar seus parceiros usando sedução ou manipulações emocionais e, ao tempo, tornarem-se muito dependentes do parceiro.

O tratamento do transtorno de personalidade histriônica é o mesmo que para todos os transtornos de personalidade. Pouco se sabe sobre a eficácia da terapia cognitivo-comportamental e terapia medicamentosa para o transtorno de personalidade histriônica.

A psicoterapia psicodinâmica, que focaliza os conflitos subjacentes, pode ser tentada. O terapeuta pode começar incentivando os pacientes a substituir o discurso pelo comportamento e, portanto, os pacientes podem compreender-se e se comunicar com os outros de uma forma menos dramática. Então, o terapeuta pode ajudar os pacientes a perceberem como seus comportamentos histriônicos são uma forma mal adaptativa de atrair atenção dos outros e de gerenciar sua autoestima.

 

Beatriz Rufato -

Psicóloga

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

MAIS Primavera Do Leste

Estruturalismo

Logo, os objetivos da Psicologia coincidem com os das ciências naturais

Fé, atitude e esperança

A fé é a certeza e a confiança que se tem para se chegar à resolução através da crença, em geral, busca-se um ser superior, em geral relacionado a uma divindade

MAIS LIDAS NO CLIQUE F5

MAIS LIDAS MATO GROSSO


Abaixo reportagens especiais e exclusivas para os assinantes do Jornal O Diário

VANTAGEM

Conheça as vantagens oferecidas no CLUBE DO ASSINANTE DO O DIÁRIO

descontos em medicamentos, mensalidade de academias, compra de óculos, corrida de moto táxi, compra de gás de cozinha e até mesmo na conta do barzinho do final de semana. Esses são alguns dos benefícios oferecidos.

Nome ou atividade:

Bairro ou logradouro:

Produto:

Buscar em:

Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz