ARTIGO /

Segunda-feira, 07 de Março de 2016, 15h:10

A | A | A

Sonho empreendedor

"O crescimento do empreendedorismo é, na realidade, uma tendência mundial, já que os avanços tecnológicos mudaram a face do mercado e enxugaram postos de trabalho"


Imagem de Capa
Luiz Gonzaga Bertelli

O brasileiro sempre se destacou pela criatividade. No futebol, jogadores como Pelé, Garrincha, Jairzinho, Zico, Sócrates, Romário, Ronaldo e, agora, Neymar encantaram e encantam o mundo com a inventividade em campo. Na publicidade e propaganda, o Brasil é um dos países mais referenciados, com gama enorme de prêmios internacionais na bagagem. O mesmo ocorre com os roteiros, produção e atuação em novelas de TV, repassadas para o mundo todo.  Essa característica genuinamente brasileira também pode ser notada no âmbito dos negócios. Se a economia não vai bem e taxa de desemprego cresce rapidamente, o povo da terra avistada por Cabral já tem um antídoto: o empreendedorismo.

Praticamente quatro em cada dez brasileiros adultos já possuem negócio próprio ou estão envolvidos na criação de uma empresa. O dado foi divulgado neste mês pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), que patrocinou a pesquisa da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), referente a 2015. No ano passado, a taxa de empreendedorismo no Brasil foi de 39,3%, o maior índice dos últimos 14 anos – quase o dobro do número verificado em 2002, que era de 20,9%.

Além dos efeitos da crise, que leva as pessoas a arriscar mais, em vez de amargar o desemprego, uma série de incentivos nos últimos anos influenciou o forte crescimento, segundo afirmou, em recente entrevista, Guilherme Afif Domingos, presidente do Sebrae. É importante lembrar que a taxa de empreendedorismo no Brasil é maior do que a dos países do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) e até mesmo de nações como os Estados Unidos e a Alemanha.

O crescimento do empreendedorismo é, na realidade, uma tendência mundial, já que os avanços tecnológicos mudaram a face do mercado e enxugaram postos de trabalho. A tecnologia não eliminou o emprego, mas mudou a configuração e as relações entre empresa e funcionário. Um profissional moderno trabalha em qualquer lugar e em qualquer hora, se estiver ligado a um sistema de rede, o que favorece os jovens empreendedores, que dominam essa linguagem como ninguém.

Mas para empreender é preciso planejar, analisar o mercado, fazer pesquisas de opinião para não se aventurar em um campo escuro. Lidar com o risco, mas de forma calculada Deve-se dedicar tempo e energia para aprender como o setor escolhido funciona e quais as possibilidades de desenvolvimento e ganhos, antes de tomar a decisão de abrir um negócio próprio.

Como apenas 14% dos proprietários têm curso superior, educadores defendem que o espírito empreendedor seja estimulado já nos primeiros anos da escola, para que se desperte nos alunos o interesse para temas fundamentais nos negócios como análise de mercado, finanças, comunicação e marketing. Com isso, a alma empreendedora dos brasileiros e o sonho do negócio próprio estarão garantidos por gerações.

 

*Luiz Gonzaga Bertelli é presidente do Conselho de Administração do CIEE, do Conselho Diretor do CIEE Nacional e da Academia Paulista de História (APH).

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

MAIS Primavera Do Leste

A diferença entre ética e moral

Moral é o conjunto de regras que orientam o comportamento do indivíduo dentro de uma sociedade

Conflitos interiores

O homem vive em constante conflito consigo mesmo

MAIS LIDAS NO CLIQUE F5

MAIS LIDAS MATO GROSSO


Abaixo reportagens especiais e exclusivas para os assinantes do Jornal O Diário

VANTAGEM

Conheça as vantagens oferecidas no CLUBE DO ASSINANTE DO O DIÁRIO

descontos em medicamentos, mensalidade de academias, compra de óculos, corrida de moto táxi, compra de gás de cozinha e até mesmo na conta do barzinho do final de semana. Esses são alguns dos benefícios oferecidos.

Nome ou atividade:

Bairro ou logradouro:

Produto:

Buscar em:

Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas

26/06 - Em cerimônia pontuada por bom gosto e emoção na Igreja Matriz, Thayara Rodrigues & Duan Pilonetto receberam a bênção matrimonial no último sábado, 22. Impecavelmente vestida pelo estilista mais famoso do Brasil, Lucas Anderi, a noiva emocionou os convidados logo antes da sua entrada com depoimento para o noivo. Já ele usava um terno Camargo, sendo que o estilista fez questão de colocá-lo em suas redes sociais. Com um flashmob feito pela Musique Casamentos, cantores e violinos surgiam entre os convidados enquanto as alianças eram conduzidas pela avó da noiva ao altar. Queima de fogos iluminaram a noite ao final da cerimônia religiosa. O salão do Centro de Eventos Primacredi foi transformado com suntuosa decoração por Anna Carolina para receber o em torno de 500 convidados para a celebração da boda. O buffet sempre agradável de Dulce Aguiar, (Roo) servia de volantes como as panelinhas quentes até um buffet de comida japonesa requintado, na ímpar noite que foi adoçada pelas receitas de Claudete Zandoná. A animação da festa ficou a cargo da Banda Bis de Cuiabá, além do receptivo da Musique com apresentação do Brass Live durante a festa que foi até as 6 da manhã. Um dos pontos altos da noite foi a surpresa feita pelos padrinhos que interromperam o final da apresentação dos noivos, surpreendendo com todas as músicas que os recém casados gostam e fazendo a festa já pegar fogo, mais uma das brilhantes ideias do Cerimonial Fabiano Fernandez que produziu e atendeu todo o evento com a mesma maestria de sempre, já conhecida e aprovada. Confira mais flashes by Marcello Holanda . Fotos oficiais Fares Rames.

Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.