propaganda

ARTIGO /

Segunda-feira, 16 de Novembro de 2020, 06h:30

A | A | A

Oportunidades

Não se pode confundir com a expressão chance. Embora possam parecer bastante semelhantes (ou a mesma coisa), existe grande diferença entre ambas.


Imagem de Capa
Ernesto de Sousa Ferraz Neto

As melhores oportunidades podem surgir em razão de alguma dificuldade. A título de exemplificação, o Japão se reergueu em poucas décadas, após o bombardeio com bombas atômicas durante a Segunda Guerra Mundial em duas grandes cidades. 

 

A expressão oportunidade pode ser definida como: qualidade, caráter do que é oportuno; e ainda: circunstância oportuna, favorável para a realização de algo, pois se trata de uma circunstância que possibilita a ocorrência de algo favorável, esperado ou inesperado.

Oportunidades podem surgir repentinamente, e da mesma forma pode desaparecer. Por isso devem ser agarradas com as duas mãos. E elas podem mudar o rumo de nossas vidas para melhor ou pior. Por isso, é preciso estar atento para não perdê-las quando surgem, já que isto se dá de forma inesperada, e muitas vezes, não nos damos conta do seu aparecimento repentino.

Elas podem interferir diretamente em diversas esferas: pessoal, social e profissional. 

Mas as oportunidades de melhorias são raras e, muitas vezes, imperceptíveis. É uma situação inusitada, que é vista como um acontecimento oportuno capaz de melhorar o estado atual de um indivíduo, uma situação nova que até trazer alguns benefícios, tal como, por exemplo, a oportunidade de trabalho, é uma possibilidade de trabalhar em troca de uma compensação financeira. Da mesma forma, uma oportunidade de negócios consiste em uma situação favorável para iniciar uma atividade rendável.

A expressão oportunidade não deve ser usada apenas em termos monetários, ela reflete a ideia de valores momentâneos que correspondem à palavra “vantagem” que pode levar alguém a usufruir algo, cujo uso é bastante explorado em comerciais de compra e venda, principalmente para a aquisição de imóveis e/ou similares.

Não se deve confundir a palavra oportunidade com a expressão chance. Embora possam parecer bastante semelhantes (ou a mesma coisa), existe grande diferença entre ambas. A chance muitas vezes expressa aquilo que vem você ganha de alguém, recebe de forma gratuita. Portanto, é uma doação. Já as oportunidades dependem exclusivamente de você, é aquilo que você busca e cria. São suas conquistas e o resultado daquilo que você batalhou para conseguir.

Assim, é oportuno afirmar que a escolha das oportunidades no âmbito econômico caberá exclusivamente às pessoas. É um risco que se corre mediante as opções que surgem. E uma vez feita à escolha, não haverá volta atrás.

Ernesto de Sousa Ferraz Neto

Professor na rede de ensino público

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Caso a vacina para a Covid-19 seja liberada no Brasil, você pretende tomar?
Sim, se for a Chinesa
Sim, se for a Russa
Sim, se fosse outra
Nem pensar
Não tenho opinião formada sobre o assunto