Tecnologia /

Sexta-feira, 19 de Abril de 2019, 05h:52

A | A | A

Empresas se reinventam para acompanhar a evolução da internet

A evolução da tecnologia permitiu acesso fácil a computadores e smartphones e impulsionou a evolução da internet, que se tornou algo comum do...


Imagem de Capa

A evolução da tecnologia permitiu acesso fácil a computadores e smartphones e impulsionou a evolução da internet, que se tornou algo comum do dia a dia. De acordo com última pesquisa do IBGE, 116 milhões de brasileiros têm acesso à internet . Isso significa que as pessoas estão online e, para estar perto das pessoas, as empresas precisam estar online.

Uma vez online, as empresas devem se reinventar de acordo com a evolução da internet , única forma de não ficar para trás e estar sempre no gosto do internauta. Para isso, entender o consumidor é de extrema importância. Hoje as pessoas não entram na internet, elas vivem a internet e estão acostumadas com o que ela proporciona – rapidez, informação, interação, inovação. Os consumidores esperam encontrar essas características também nas empresas.

Assim, a empresa que não atende ao imediatismo dos seus clientes, que não corresponde às expectativas ou não resolve problemas acaba caindo em desuso. Um bom exemplo é o Orkut que foi sucesso extremo durante um período, não se reinventou e acabou tendo seu espaço tomado pelo Facebook, que trouxe outras funcionalidades aderentes ao que as pessoas buscavam.

Entendendo essas necessidades e buscando destaque no competitivo mercado, algumas empresas vêm se reinventado e servido de exemplo para outras. Alguns exemplos a seguir.

HostGator

Uma das maiores empresas de hospedagem de site do mundo, a HostGator  teve sua identidade virtual reformulada na última segunda-feira (15) um novo design de marca acompanhado de um site completamente repaginado. Esta é a quarta vez que a empresa, nascida nos Estados Unidos em 2002 e presente no Brasil desde 2007, se reinventa.

A ilustração mostra o mascote da HostGator na tela de um celular
Divulgação
A HostGator acaba de ter sua identidade visual reformulada

Com o objetivo de deixar a marca mais humanizada e próxima dos clientes, o mascote Snappy que costumava se vestir de diferentes formas para representar nichos de mercado distintos agora terá uma personalidade única ao representar a HostGator .

A mudança na comunicação traz modernidade e ocorrerá em todos os países em que a marca está presente: Brasil, Estados Unidos, Índia, México, Colômbia e Chile. O vídeo abaixo conta mais sobre a inovação.


Twitter

A rede social foi criada em 2006 com a intenção de ser um “SMS da internet” e um ano depois ficou conhecida em todo o mundo. Nela os usuários podiam compartilhar com seus seguidores pensamentos e acontecimentos em textos limitados a 140 caracteres. As funcionalidades de interação retweetar e comentar as postagens de outros usuários também estavam disponíveis.

Com o passar do tempo outras redes sociais como Snapchat, Facebook e Instagram surgiram, mas o Twitter se manteve de pé com o lançamento de novas ferramentas e atualizações da plataforma. Atualmente a quantidade de caracteres disponíveis aumentou para 280, os usuários passaram a poder compartilhar fotos e vídeos, além de transmissões online. O uso de #, a busca em tempo real e o Trending Topics, que mostra os principais assuntos abordados na mídia social no dia, também foram importantes atualizações.  

Todas as mudanças, inclusive, estão fazendo com que pessoas e empresas voltem a dar uma atenção especial a mídia social que hoje é muito utilizada como fonte de informação.

Netflix

A Netflix foi criada em 1997 para oferecer o serviço de locadora online, entregava o DVD alugado pelo correio. Com a evolução da tecnologia, os filmes passaram a ficar disponíveis online e o modelo de negócio, aos poucos, se tornou obsoleto. Enquanto outras locadoras insistiram no mercado e foram à falência, a Netflix desenvolveu uma plataforma de streaming por assinatura com um sistema de recomendação personalizada que classifica os assinantes para indicar títulos.

Mais de 190 países passaram a ter acesso ao Netflix. Mas a empresa sabia que isso não era suficiente, já que outras plataformas de stremings estavam sendo criadas . Mais uma vez a marca se reinventou e começou a produzir seu próprio conteúdo, os “Originais Netflix”.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz