Política Nacional /

Quinta-feira, 26 de Março de 2020, 21h:31

A | A | A

"Se eu fosse irresponsável, ia ficar quieto", diz Bolsonaro sobre coronavírus

arrow-options Isac Nóbrega/PR Presidente Jair Bolsonaro O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou na tarde desta quarta-feira (26) que não...


Imagem de Capa
Presidente Jair Bolsonaro arrow-options
Isac Nóbrega/PR
Presidente Jair Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou na tarde desta quarta-feira (26) que não são autoridades políticas que irão salvar a vida dos cidadãos e que, segundo ele, o povo brasileiro precisa entender isso. Ele também defendeu que "já fez sua parte" e que se "fosse irresponsável, ia ficar quieto".

Leia também: Coronavírus no Brasil: acompanhe a situação no País em tempo real

"O brasileiro tem que entender que quem vai salvar a vida dele é ele, pô. Não tem que ficar esperando o vereador, deputado, senador e presidente da República cuidar da vida dele. Se ele não tem capacidade, paciência", afirmou Bolsonaro a jornalistas em Brasília.

"Se eu fosse irresponsável, eu ia ficar quieto, mas já fiz a minha parte, alertei a nação. Com palavras duras ou toscas, entendam como bem entender, mas palavras verdadeiras. Quem não está preocupado em perder o emprego?", defendeu o presidente.

Bolsonaro também criticou mais uma vez a forma como governadores estão administrando a crise gerada pela pandemia. "Alguns governadores e prefeitos erraram na dose". O presidente critica a medida de isolamento social decretada pelos políticos. Segundo ele, isso trará um dano pior ao Brasil, devido à questão economica, do que o coronavírus

"Eu falei e fui massacrado pela mídia", afirmou Bolsonaro, defendendo sua preocupação com a economia. "O vírus todo mundo vai ter até que haja aquela imunização natural, que dizem os infectologistas . Dá para entender que essa onda [o impacto na economia] é muito pior do que o vírus?".

Leia também: De gripezinha a "não é tudo isso": vezes em que Bolsonaro minimizou coronavírus

Bolsonaro também argumentou que haverá mortes, mas que serão pessoas de 80 anos. "Infelizmente, a nossa vida um dia se esvai".


0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz