Política Nacional /

Terça-feira, 22 de Outubro de 2019, 03h:30

A | A | A

Deputados suspensos do PSL vão ao STF contra desligamento

arrow-options Câmara dos Deputados A deputada Carla Zambelli foi uma das suspensas do PSL Os cincos deputados que foram suspensos do PSL entraram...


Imagem de Capa
Deputada Carla Zambelli arrow-options
Câmara dos Deputados
A deputada Carla Zambelli foi uma das suspensas do PSL

Os cincos deputados que foram suspensos do PSL entraram com um pedido no Supremo Tribunal Federal (STF) para que o presidente da Câmara dos Deputados , Rodrigo Maia , se abstenha de registrar o desligamento temporário deles. O documento é assinado pelo advogado Admar Gonzaga .

O grupo de deputados é composto por Carla Zambelli (SP), Filipe Barros (PR), Bibo Nunes (RS), Alê Silva (MG) e Carlos Jordy (RJ) e a suspensão se deu como estratégia da ala bolsonarista do PSL para aumentar as chances do deputado Eduardo Bolsonaro (SP) se tornar líder da legenda na Câmara.

Leia também: Delegado Waldir admite derrota e Eduardo Bolsonaro é o novo líder do PSL

Nesta segunda-feira (21), no entanto, o Delegado Waldir (PSL-GO), agora ex-líder do PSL na Câmara, divulgou um vídeo em que admitiu a derrota e reconheceu Eduardo Bolsonaro como novo líder do partido na Câmara. O deputado de Goiás disse estar à disposição do novo líder.

"Já estarei a disposição do novo líder para de forma transparente passar para ele toda a liderança do PSL", afirmou Delegado Waldir .

Mais cedo, o líder do governo na Câmara, deputado Vitor Hugo (PSL-GO) protocolou mais uma lista pedindo a alteração da liderança do partido na Casa . 29 deputados assinaram a nova lista que pedia que Eduardo Bolsonaro se torne líder da legenda. Horas depois, a oficialização foi confirmada pela Secretaria-Geral da Mesa.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz