Política Nacional /

Domingo, 16 de Fevereiro de 2020, 12h:30

A | A | A

2º turno com 3 candidatos? Câmara discute proposta para evitar polarização

arrow-options Agência Brasil Deputado do PDT tenta convencer Câmara a tornar eleições com 3 candidatos no 2º turno A polarização nas últimas eleições...


Imagem de Capa
urna eletrônica arrow-options
Agência Brasil
Deputado do PDT tenta convencer Câmara a tornar eleições com 3 candidatos no 2º turno


A polarização nas últimas eleições presidenciais no Brasil incomoda alguns parlamentares. Está proposto na Câmara dos Deputados uma PEC que visa tornar o 2º turno dos pleitos mais abrangente aos eleitores, com os três primeiros colocados no 1º turno em disputa.

Leia também: "UNE está vibrando com o fim da carteira estudantil digital", diz Bolsonaro

O autor da PEC 230/19, deputado Mário Heringer (PDT-MG), explica que a eleição presidencial de 2018 demonstrou o maior vício do atual sistema eleitoral em dois turnos, que é a forte tendência à polarização e a indução ao chamado voto útil. A solução, segundo ele, é permitir um terceiro candidato no 2º turno .

“A presença de três candidatos no segundo turno das eleições majoritárias faz com que os eleitores insatisfeitos com a polarização tenham a oportunidade de expressar sua escolha em um terceiro candidato, esse, provavelmente, com menor índice de rejeição, porque situado longe dos extremos políticos e ideológicos. Essa solução simples e viável representa, ademais, uma forma eficaz de redução dos elevados índices de votos nulos, brancos e abstenções ”, justifica Heringer.

Leia também: Bolsonaro aumenta vantagem e segue como principal nome para eleição de 2022

Alguns deputados, porém, enxergam na proposta de Heringer uma tentativa de facilitar o seu partido, já que nas eleições de 2018 o PDT terminou na terceira posição, com Ciro Gomes. Os institutos de pesquisas indicavam que o ex-governador do Ceará tinham chances de vitória no segundo turno tanto contraquanto Jair Bolsonaro (1º colocado) como diante de Fernando Haddad (2º colocado).

Leia também: Doria, Huck ou Ciro? Maia defende nome único do centro para eleições de 2022

Tramitação

Inicialmente, a PEC será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania quanto a seus aspectos constitucionais e jurídicos. Se admitida, será examinada por uma comissão especial a ser criada e votada em dois turnos pelo Plenário da Câmara. Não há tempo hábil para que a PEC, mesmo se aprovada, seja válida para as eleições deste ano, o que garante que em 2020, as cidades com 2º turno tenham dois candidatos no pleito.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz