propaganda

Política MT /

Sexta-feira, 23 de Outubro de 2020, 11h:48

A | A | A

Deputado homenageia pioneira e fundadora da rádio Difusora de Cáceres

Foto: SAMANTHA DOS ANJOS FARIAS Após encontro com a diretora da rádio Difusora de Cáceres (MT), Maridalva Amaral Vignardi, no...


Imagem de Capa
Politica MT

Foto: SAMANTHA DOS ANJOS FARIAS

Após encontro com a diretora da rádio Difusora de Cáceres (MT), Maridalva Amaral Vignardi, no início deste mês de outubro, o deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) ficou impressionado pela história de vida relatada pela fundadora do veículo de comunicação e pioneira do município. Deste modo, apresentou na quarta-feira (21), durante sessão plenária, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), Moção de Aplausos pelos relevantes serviços prestados por ela na área da comunicação. 

A Rádio Difusora foi inaugurada no dia 1° de maio de 1978, momento que deu início às transmissões por radiofrequência entre os estados de Mato Grosso e Rondônia. Atualmente, a emissora de rádio, que existe há 42 anos, opera em dois canais por meio da Difusora FM (102.3 Mhz) e Nova Difusora FM (97,3 Mhz).

“Estava em Cáceres, pela Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa, e fui à emissora conceder entrevista sobre os trabalhos a serem realizados no município. Fomos agraciados com a receptividade e atenção da senhora Maridalva. Aalém de uma oração que recebemos, tivemos a grata satisfação de conhecer a sua história de vida”, comenta Claudinei. 

Histórico - Inicialmente, os sócios da Difusora envolviam a participação direta de seus familiares, sendo Antônio Ramon do Amaral, Josefina Lopes do Amaral e o seu falecido esposo, Ivo Vignardi. De 1978 para cá, a emissora em seu processo histórico - ganhou força e evolui tanto no aumento e mudança de frequência até a concretização de um novo canal de rádio. 

Maridalva é pioneira da cidade de Cáceres, município que faz divisa com a Bolívia e abrange o bioma pantaneiro. Ela é viúva do ex-sócio diretor, Ivo Vignardi, que faleceu em 2012, tem três filhos e três netos. 

 

Fonte: ALMT

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Caso a vacina para a Covid-19 seja liberada no Brasil, você pretende tomar?
Sim, se for a Chinesa
Sim, se for a Russa
Sim, se fosse outra
Nem pensar
Não tenho opinião formada sobre o assunto