Nacional /

Quinta-feira, 23 de Maio de 2019, 00h:31

A | A | A

FHC diz que Bolsonaro deveria armar a polícia e não a população

Divulgação FHC evitou tratar da política nacional e fez uma breve referência ao tema apenas para dizer que o momento é de "desconserto geral"...


Imagem de Capa
FHC
Divulgação
FHC evitou tratar da política nacional e fez uma breve referência ao tema apenas para dizer que o momento é de "desconserto geral"

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou nesta quarta-feira ser contra a ampliação do acesso a armas por civis no país . A declaração foi feita no mesmo dia em que o governo fez alterações no decreto editado pelo presidenteJair Bolsonaro para regulamentar o Estatuto do Desarmamento . 

Foi a primeira vez que FHC comentou o decreto presidencial. "Eu sou contra. Tem que armar o Estado, no caso, armar a polícia melhor. Armar indiscriminadamente a população é abrir mão daquilo que é próprio do Estado. É complicado."

O ex-presidente foi o convidado desta noite do programa "Café Filosófico" para falar sobre os pensamentos do sociólogo alemão Max Weber. O assunto sobre armas surgiu por meio de uma pergunta de um integrante da plateia.

FHC evitou tratar da política nacional e fez uma breve referência ao tema apenas para dizer que o momento é de "desconserto geral".

"Quem tem noção das coisas sabe que o momento é dramático. Estamos assistindo no Brasil a um desconserto geral."

Mesmo sem citar o nome de Bolsonaro em nenhum momento, o tucano não se conteve e deixou uma provocação para o presidente. FHC lembrava da trajetória política de Winston Churchill, ex-primeiro ministro da Inglaterra, que havia sido um deputado de "segunda categoria". Neste momento, FHC interrompeu o raciocínio. "Não vou me referir muito a isso porque outros viraram presidente", afirmou, tirando risos da plateia.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas

26/06 - Em cerimônia pontuada por bom gosto e emoção na Igreja Matriz, Thayara Rodrigues & Duan Pilonetto receberam a bênção matrimonial no último sábado, 22. Impecavelmente vestida pelo estilista mais famoso do Brasil, Lucas Anderi, a noiva emocionou os convidados logo antes da sua entrada com depoimento para o noivo. Já ele usava um terno Camargo, sendo que o estilista fez questão de colocá-lo em suas redes sociais. Com um flashmob feito pela Musique Casamentos, cantores e violinos surgiam entre os convidados enquanto as alianças eram conduzidas pela avó da noiva ao altar. Queima de fogos iluminaram a noite ao final da cerimônia religiosa. O salão do Centro de Eventos Primacredi foi transformado com suntuosa decoração por Anna Carolina para receber o em torno de 500 convidados para a celebração da boda. O buffet sempre agradável de Dulce Aguiar, (Roo) servia de volantes como as panelinhas quentes até um buffet de comida japonesa requintado, na ímpar noite que foi adoçada pelas receitas de Claudete Zandoná. A animação da festa ficou a cargo da Banda Bis de Cuiabá, além do receptivo da Musique com apresentação do Brass Live durante a festa que foi até as 6 da manhã. Um dos pontos altos da noite foi a surpresa feita pelos padrinhos que interromperam o final da apresentação dos noivos, surpreendendo com todas as músicas que os recém casados gostam e fazendo a festa já pegar fogo, mais uma das brilhantes ideias do Cerimonial Fabiano Fernandez que produziu e atendeu todo o evento com a mesma maestria de sempre, já conhecida e aprovada. Confira mais flashes by Marcello Holanda . Fotos oficiais Fares Rames.

Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.