Mulher /

Segunda-feira, 12 de Agosto de 2019, 09h:30

A | A | A

O que fazer quando seu filho apronta? Sempre se lembre: ele não tem sua idade

Olha a cena: você já está cansada de um dia inteiro de trabalho (ou atividades em casa) e, quando vê, seu filho está derramando o leite no tapete...


Imagem de Capa

Olha a cena: você já está cansada de um dia inteiro de trabalho (ou atividades em casa) e, quando vê, seu filho está derramando o leite no tapete da sala. Qual a sua reação? Dar um grito, brigar com ele e colocar de castigo ? Vamos lá... antes de qualquer coisa, você já explicou alguma vez que não pode fazer isso? Ah, você não acha necessário? E que idade você acha que seu filho tem? O suficiente para saber tudo o que você sabe e ter o discernimento das coisas como você tem?

sarah e o filho arrow-options
Arquivo pessoal
Segundo Sarah, seu filho mais novo adora tirar as roupas das gavetas e jogar tudo no chão. Como lidar com isso?

Leia também: Inteligência emocional - o autocontrole precisa começar em você

É um erro muito comum de todo nós, pais, esquecermos que nossos filhos, até quando já são maiores, não têm ainda as mesmas experiências que nós temos e não alcançam a gravidade das situações como nós.

Voltando ao leite derramado no tapete, se seu filho é um bebê, isso certamente não foi nenhuma malcriação, mas uma simples experiência. Os bebês acham o máximo jogar coisas no chão, testar a gravidade, observar os experimentos.

Aí, no meio de uma descoberta fascinante chega a mãe, aos berros, colocando o menino de castigo. “Ué, o que foi que eu fiz?”, ele pensa.

Pois é. Explique. Antes de perder a calma, chegue perto, explique que não pode derramar no tapete, que não pode estragar o leite e que agora vocês terão que limpar. Isso! Pegue um pano, deixe ele limpar também – sem dúvidas é a melhor “ punição ”.

Leia também: Você vive chamando a atenção de seu filho por suas falhas? Então, vamos repensar

O meu pequeno, de um aninho, está com a mania de abrir sua gaveta de roupas e jogar tudo no chão. Você se identificou? Normal, eles adoram fazer isso. Tirar tudo e colocar tudo depois... Faz parte das suas descobertas. Eu já expliquei que não pode jogar as roupinhas no chão, mas como ele ainda é um bebê, tem que ter paciência e dizer várias vezes mesmo, faz parte.

Vale também para quando seu filho está em situação de perigo, como pegando numa faca, enfiando algum objeto na tomada ou, se for um bebê, segurando um copo de vidro. Aí você vem, não sei de onde, correndo e já gritando: “Solte isso agooooooooooooooooora!!! Vai ficar de castigo!!!!!’. Pois experimente trocar isso por: “Filho, me dê isso, é perigoso, você pode se machucar”. Ah, você já explicou isso? Mas os bebês precisam ouvir várias vezes até assimilar. É assim mesmo.

O importante é a gente entender que eles não têm a nossa maturidade, mamãe. E não é só porque já está grandinho que já entende tudo. Muitas vezes ele não percebe que o que está fazendo é tão grave ou vai trazer algum prejuízo. Não exija que seu filho saiba exatamente a gravidade de jogar a tinta no sofá de casa. Para ele foi só uma experiência. E que faz parte de seu desenvolvimento.

Leia também: "Não podemos e nem devemos privar nossos filhos da frustração"

Troque o grito pela explicação. Olhe para seu filho. Dê atenção. Você está aí na vidinha dele pra isso. Ensine. Eduque. Explique com carinho e nunca esqueça: ele não tem a sua idade .

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz