Mulher /

Sexta-feira, 20 de Setembro de 2019, 09h:30

A | A | A

Existe hora certa para elogiar os filhos?

Um elogio é uma observação, um comentário favorável sobre alguma coisa, sobre alguém, ou sobre algum fato ocorrido, o elogio tem como função geralmente...


Imagem de Capa

Um elogio é uma observação, um comentário favorável sobre alguma coisa, sobre alguém, ou sobre algum fato ocorrido, o elogio tem como função geralmente mostrar satisfação, ou dar um incentivo em relação a algo.

Leia também: Os pais e a dificuldade de entender o que os filhos querem

mãe e filho arrow-options
shutterstock
Você elogia o seu filho o tempo todo? Repensar o hábito pode ser importante par ao desenvolvimento dele

Mas se um elogio é algo tão positivo, porque tem que ter uma hora certa para elogiar?

Estamos falando aqui de mães e pais que confundem elogios com mimo, não conseguem diferenciar os dois e acabam mimando os filhos achando que estão elogiando.

Uma criança pequena come tudo o que esta no prato, a mãe diz:

"Parabéns!! Você comeu tudo", ou a mãe diz, "Parabéns!! Você comeu tudo, você é o menino mais lindo do mundo, amanhã vai ganhar uma bola". Nós dois casos são elogios, mas no segundo caso ele esta sendo mimado, ele não precisa ganhar um premio por ter feito uma tarefa básica que é comer.

Você não precisa elogiar o seu filho por coisas que ele simplesmente tem que fazer, ele tem que escovar os dentes, ele tem que tomar banho, ele tem que comer as refeições, ele tem que ir dormir na hora determinada, ele tem que ir a escola, tem coisas que ele tem que fazer.

Quando a criança está aprendendo a fazer essas coisas sozinha, ela precisa sim ser incentivada para isso, mas a partir do momento em que ela ja sabe fazer,  porque continuamos agindo como se as crianças não fossem fazer coisas básicas a menos que os incentivemos, isso é um erro

Leia também: O que fazer para estimular a independência dos filhos?

Quando elogiamos nossos filhos por atos corriqueiros, atos que eles devem fazer independente de incentivo, estamos dizendo para os nossos filhos que eles somente devem cumprir suas obrigações quando tiverem algum tipo de recompensa, mesmo quando a recompensa é somente um elogio.

Se trouxermos isso para a vida adulta, imagine um adulto tendo que ser elogiado porque lavou a roupa ou escovou os dentes, ou ainda porque colocou o prato na pia, isso é surreal não é? Mas será que não é assim que estamos criando nossos filhos?

Alguns pais estão o tempo todo elogiando/mimando as crianças, as crianças acabam aproveitando, mas tornam-se dependentes disso, vão crescendo achando que isso é normal e um pouco maiores, quando estão no mundo real e isso não acontece tanto, começam então os problemas, se frustram, e não entendem porque tudo que fazem não é mais valorizado como antes.

Crianças mimadas acham que merecem tudo e mais um pouco, mas de quem é a culpa delas ficarem assim?

Acho que já está claro de quem é a culpa, querendo fazer o melhor, estragamos nossos filhos, estamos sempre tão ocupados que queremos compensar de qualquer maneira o que deixamos de fazer.

Leia também: Obediência: muito almejada, pouco conquistada

Esse texto não é pra te dizer que você não deve elogiar o seu filho, mas que existe uma maneira certa e uma hora certa de fazê-lo, não elogie para compensar, para acalmar, não elogie para ficar bem com você mesmo, elogie quando ele merecer.

Pare para observar o seu filho, você vera que ele é muito capaz, deixe que ele desenvolva a sua capacidade, não cerceie isso fazendo elogios desnecessários e muitas vezes falsos.

O comportamento dos adultos, são repetições da infância, quando uma criança aprende ou sente uma coisa de uma determinada maneira, ela tende a repetir pelo resto da vida, muita atenção ao que passamos aos nossos filhos, isso fara com que eles sejam adultos felizes e ajustados.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz