Mulher /

Domingo, 12 de Janeiro de 2020, 15h:30

A | A | A

4 erros na rotina de cuidados que podem deixar a sua pele oleosa

Apesar da oleosidade ser uma característica natural, existem hábitos que podem, sim, deixar a pele oleosa de forma excessiva - o que pode causar...


Imagem de Capa

Apesar da oleosidade ser uma característica natural, existem hábitos que podem, sim, deixar a pele oleosa de forma excessiva - o que pode causar espinhas e incômodo pelo "brilho" extra. E, acredite, as razões para isso podem estar nos seus hábitos e rotina de cuidados.   

Leia também: 5 cuidados para incluir na rotina que ajudam a controlar a oleosidade no verão

mulher se olhando no espelho arrow-options
shutterstock
Segundo a médica, há hábitos podem deixar a pele oleosa, como usar produtos não específicos ou não remover maquiagem

Em entrevista ao  Delas , a dermatologista e tricologista Kédima Nassif, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD) e da Associação Brasileira de Cirurgia da Restauração Capilar (ABCRC), explica como seguir uma rotina de forma errada pode acabar deixando a pele oleosa

"Rotinas erradas de cuidados com a pele  podem ocasionar ressecamento, que para compensar produz oleosidade em excesso, podem gerar irritações com pápulas (asperezas), vermelhidão e alergias, além de obstruir os poros ocasionando cravos e espinhas", diz. 

Segundo ela, até mesmo uma pele seca pode ficar oleosa por causa dessa compensação, o que é chamado de "efeito rebote". "Como mecanismo compensatório, uma pele seca pode produzir oleosidade na tentativa de compensar a falta de água, tornando-se oleosa, mesmo que ainda, desidratada. Tem-se então uma pele com muito óleo, sensível e facilmente irritável."

Mas, afinal, quais são esses erros na rotina de beleza ? A especialista listou quatro abaixo: 

1. Não remover a maquiagem e resto de filtro solar

A dermatologista afirma que a falta de limpeza adequada da pele promove uma obstrução dos poros, deixando-a com um aspecto "brilhante". "Consequentemente, a glândula sebácea não consegue drenar a oleosidade natural para a superfície cutânea, causando cravos e espinhas." 

2. Uso de produtos inadequados para o tipo de pele

Se a sua pele já é oleosa, usar cremes ou produtos que contém óleos também podem fechar os poros e aumentar ainda mais a oleosidade. O mesmo acontece com produtos que ressecam a pele ou sabonetes não específicos, que causam efeito rebote. Por isso, a especialista reforça a importância de usar produtos específicos para o seu tipo de pele. 

3. Uso de filtro solar de corpo no rosto

"Por serem mais pegajosos, os filtros solares de corpo obstruem os poros e causam oleosidade", diz Kédima. Assim como o erro #1, uma das consequência dessa obstrução é acne. Por causa disso, é muito importante ter um protetor específico para o rosto e, de preferência, oil-free. 

4. Uso de buchas e esponjas por longo período

De tempos em tempos, trocar a esponjinha que você usa para se maquiar ou o acessório para a esfoliação também evita que a pele fique oleosa. "Essas esponjinhas ou aparatos utilizados para esfoliar e limpar a pele concentram restos de pele descamada, o que favorece a proliferação de bactérias que contaminam a pele e causa respostas irritativas de aumento de oleosidade e acne."

Leia também: Por que você não deve usar qualquer tipo de sabonete para lavar o seu rosto

A rotina ideal para quem tem pele oleosa

mulher limpando o rosto no espelho arrow-options
shutterstock
Limpeza, hidratação e o uso de produtos específicos são essenciais em uma boa rotina de beleza para pele oleosa

Após explicar os principais erros em uma rotina, Kédima ensina qual é a rotina ideal para quem tem pele oleosa. Seguindo esses passos, é possível prevenir o brilho excessivo que incomoda e, principalmente, o surgimento de espinhas; aprenda: 

1. Limpeza (de manhã e à noite): A indicação são sabonetes adstringentes que contenham na fórmula substância controladoras da oleosidade, como o zinco e o ácido salicílico. Á noite, além do sabonete, o uso de água micelar com propriedades antioleosidade ajuda a remover a poluição, o resto do filtro solar e da maquiagem, evitando a obstrução dos poros.

2. Produtos que controlam a oleosidade: Séruns ricos em agentes controladores do excesso de óleo ajuda a pele a ficar controlada durante o dia. A especialista sugere os ácidos glicólico, salicílico e azeláico, por exemplo. 

3. Hidratação: Segundo a dermatologista, peles ricas em óleo costumam ser pobres em água, o que significa que é preciso, sim, manter a hidratação em sia. Procure as loções a base de água, desenvolvidas para hidratar as peles com essa característica.

Leia também: Internauta ensina truque para diminuir oleosidade da pele com item de cozinha

4. Protetor solar:  É essencial para qualquer tipo de pele, mas no caso da pele oleosa deve ser escolhido a dedo. Produtos a base de água, em gel ou loção fluida podem evitar que os poros fiquem obstruidos. Alternativas oil-free, ou seja, não oleosas, também são boas opções. 

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz