propaganda

Mato Grosso /

Sexta-feira, 23 de Outubro de 2020, 19h:16

A | A | A

Reunião com Polo de Cuiabá encerra ciclo de encontros com membros do MP

O procurador-geral de Justiça, José Antônio Borges Pereira, encerrou nesta sexta-feira (23) o ciclo de reuniões da Comissão de Apoio...


Imagem de Capa
Ministério Público MT

O procurador-geral de Justiça, José Antônio Borges Pereira, encerrou nesta sexta-feira (23) o ciclo de reuniões da Comissão de Apoio Institucional, criada na sua gestão com o objetivo de aproximar a administração do Ministério Público das promotorias, membros e servidores da capital e interior. A reunião com promotores do Polo 1, de Cuiabá, foi realizada por meio virtual por medida de segurança contra o Novo Coronavírus.

Antes da pandemia o procurador-geral, acompanhado de assessores, percorreu milhares de quilômetros visitando comarcas do interior, onde ouviu os membros e servidores sobre demandas de ordem administrativa, funcional, estrutural, dentre outras, objetivando solucioná-las com celeridade e melhorar a prestação de serviços à sociedade.

“Esta foi uma das iniciativas mais gratificantes da nossa gestão. Esse contato direto, pessoal, proporcionou avanços significativos na atuação da instituição, pois são os membros e servidores que vivem e conhecem a realidade do dia a dia das nossas unidades em todo o estado”, comentou José Antônio Borges Pereira após a reunião.

A pauta com os promotores do Polo de Cuiabá contemplou o programa Vida Plena, voltado para a valorização, promoção da saúde física e mental, aproximação, conscientização e integração dos membros e servidores. Foram apresentadas as ações do programa, os atendimentos já realizados e novas iniciativas a serem implementadas.

Em seguida, foi feita uma apresentação sobre “Perspectivas Orçamentárias para 2020” do MP, e feito um detalhamento da execução orçamentária de 2019. Também foram discutidos aspectos da chamada “Lei Mansueto”, aprovada pelo Congresso Nacional e que instituiu regramentos de gastos para as instituições públicas federais e estaduais.

Fonte:

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Caso a vacina para a Covid-19 seja liberada no Brasil, você pretende tomar?
Sim, se for a Chinesa
Sim, se for a Russa
Sim, se fosse outra
Nem pensar
Não tenho opinião formada sobre o assunto