Mato Grosso /

Segunda-feira, 22 de Abril de 2019, 13h:28

A | A | A

Popularização da ciência como estratégia de inclusão social

Ações e iniciativas em popularização da ciência e tecnologia têm objetivo de contribuir para promoção e apropriação do conhecimento científico-tecnológico...


Imagem de Capa

Ações e iniciativas em popularização da ciência e tecnologia têm objetivo de contribuir para promoção e apropriação do conhecimento científico-tecnológico pela população em geral, para ampliar as oportunidades de inclusão social das parcelas mais vulneráveis da população brasileira, para promover autonomia, possibilitando a conquista do empoderamento e efetiva participação cidadã, e para a melhoria do ensino de ciências.

As profundas desigualdades na distribuição das oportunidades educacionais e do conhecimento são ainda desafios grandes para a inclusão social em nosso país. A incorporação de grandes parcelas marginalizadas da população é uma tarefa importante, cuja chance de êxito dependerá do estabelecimento de um processo coletivo suficientemente amplo, que envolva órgãos governamentais, instituições de pesquisa, universidades, entidades científicas e tecnológicas, cientistas, comunicadores, pesquisadores, professores e estudantes (Moreira, 2016).

O ensino de ciências tem como uma das metas que o indivíduo seja capacitado a avaliar a produção e aplicação da ciência e tecnologia, e entre os objetivos dos Parâmetros Curriculares Nacionais para o ensino fundamental deseja-se que o aluno seja capaz de perceber-se integrante, como um agente transformador capaz de utilizar diferentes fontes de informação e recursos tecnológicos para adquirir e construir conhecimentos.

Considerando que o papel da ciência e tecnologia é fundamental para o desenvolvimento socioeconômico sustentável, é necessário criar mecanismos para estimular continuamente a cultura científica e tecnológica desde o início da escolarização formal, colaborando para consolidar o sistema estadual de ciência, tecnologia e inovação de Mato Grosso.

Atualmente o aprendizado de ciências e tecnologia no ensino fundamental, médio e técnico é fragilizado em virtude da fragmentação do ensino dos conteúdos bases das ciências como matemática, física, química, biologia entre outros. Essa pouca interdisciplinaridade dificulta aos discentes sintetizar e dar coerência ao conjunto, devido inclusive à ausência de espaços de ensino aprendizagem com experimentação prática desses conteúdos.

E como reduzir essas debilidades?

Valorizando a ciência em nossa sociedade, destacando seu papel no desenvolvimento tecnológico. Propiciar espaços científico-culturais (museus de ciências, laboratórios, planetários, zoológicos) que despertam a curiosidade científica desses jovens. Promover ações como: Clubes de ciências, feiras de ciências, mostras científicas, universidades de portas abertas, permitindo aos usuários participarem como agentes ativos de experiências que envolvem fenômenos científicos de forma adequada e motivadora, para que haja estímulo à compreensão de conceitos e a popularização da ciência.

*Lecticia Figueiredo é mestranda em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para Inovação – Profnit e superintendente de Desenvolvimento Cientifico Tecnológico e de Inovação da Seciteci.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas

26/06 - Em cerimônia pontuada por bom gosto e emoção na Igreja Matriz, Thayara Rodrigues & Duan Pilonetto receberam a bênção matrimonial no último sábado, 22. Impecavelmente vestida pelo estilista mais famoso do Brasil, Lucas Anderi, a noiva emocionou os convidados logo antes da sua entrada com depoimento para o noivo. Já ele usava um terno Camargo, sendo que o estilista fez questão de colocá-lo em suas redes sociais. Com um flashmob feito pela Musique Casamentos, cantores e violinos surgiam entre os convidados enquanto as alianças eram conduzidas pela avó da noiva ao altar. Queima de fogos iluminaram a noite ao final da cerimônia religiosa. O salão do Centro de Eventos Primacredi foi transformado com suntuosa decoração por Anna Carolina para receber o em torno de 500 convidados para a celebração da boda. O buffet sempre agradável de Dulce Aguiar, (Roo) servia de volantes como as panelinhas quentes até um buffet de comida japonesa requintado, na ímpar noite que foi adoçada pelas receitas de Claudete Zandoná. A animação da festa ficou a cargo da Banda Bis de Cuiabá, além do receptivo da Musique com apresentação do Brass Live durante a festa que foi até as 6 da manhã. Um dos pontos altos da noite foi a surpresa feita pelos padrinhos que interromperam o final da apresentação dos noivos, surpreendendo com todas as músicas que os recém casados gostam e fazendo a festa já pegar fogo, mais uma das brilhantes ideias do Cerimonial Fabiano Fernandez que produziu e atendeu todo o evento com a mesma maestria de sempre, já conhecida e aprovada. Confira mais flashes by Marcello Holanda . Fotos oficiais Fares Rames.

Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.