TSE /

Quinta-feira, 15 de Agosto de 2019, 23h:30

A | A | A

Plenário homenageia ministra Rosa Weber por seu primeiro ano na Presidência do TSE

A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, foi homenageada pelo Colegiado no encerramento da sessão plenária desta quinta-feira...


Imagem de Capa

A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, foi homenageada pelo Colegiado no encerramento da sessão plenária desta quinta-feira (15) por seu primeiro ano na Presidência da Corte.  A magistrada  foi empossada no cargo em 14 de agosto de 2018 e foi a primeira mulher a conduzir um processo de Eleições Gerais no país.

Falando em nome de seus pares, o ministro Luís Roberto Barroso, vice-presidente do TSE, destacou a atuação da ministra nesse período. “Eu sei que o cargo é de imenso sacrifício, mas foi no exercício desse cargo que Vossa Excelência presidiu de forma exímia uma eleição dificílima, com polarizações, contestações das mais diversas e ataques injustos. E na verdade se produziu o resultado que era o resultado desejado pelo povo brasileiro, fiscalizado pelo TSE e conduzido pelas mãos suaves, mas extremamente firmes, de Vossa Excelência”, disse o ministro.

Barroso lembrou ainda que a democracia é um regime de governo que tem espaço para liberais, conservadores e progressistas, e que, portanto, ninguém deve combater o sistema por não gostar do resultado. Para o ministro, a magistrada assegurou um resultado fidedigno e resistiu “com doçura” nos momentos mais críticos. “Todos temos muito orgulho do papel que Vossa Excelência desempenha aqui”, concluiu o vice-presidente.

Ao agradecer às palavras, a ministra Rosa Weber afirmou que o TSE deu a resposta que lhe competia dar, nos limites de suas competências e atribuições. “As dificuldades que se apresentaram, a meu juízo, foram superadas de uma forma firme e a contento, de acordo com a função que constitucionalmente é atribuída a este importante Tribunal, o Tribunal da democracia”, exaltou a presidente da Corte.

A magistrada também ressaltou o trabalho dos tribunais regionais eleitorais (TREs) nesse processo. “Nós tivemos uma atuação muito firme dos tribunais regionais eleitorais. E, se pude enfrentar essas minhas obrigações, e delas me desempenhar, seguramente o fiz porque contei com a companhia e com o apoio de Vossas Excelências, do Ministério Público Eleitoral – como sempre atuando com uma parceria firme e trazendo uma colaboração efetiva –, e também com a atuação de todos os nossos servidores do país”, disse Rosa Weber.

JB/DM

Matéria relacionada:

14/08/2019 - Ministra Rosa Weber completa um ano de gestão à frente do TSE

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz