Internacional /

Domingo, 10 de Fevereiro de 2019, 00h:35

A | A | A

Temporal no Rio pode ter causado incêndio no Flamengo, insinua CEO do clube

Divulgação Reinaldo Belotti é CEO do Flamengo; ele minimizou ausência de alvarás e de licenças nas causas do incêndio no Flamengo O incêndio...


Imagem de Capa
Reinaldo Belotti é CEO do Flamengo; ele minimizou ausência de alvarás e de licenças nas causas do incêndio no Flamengo
Divulgação
Reinaldo Belotti é CEO do Flamengo; ele minimizou ausência de alvarás e de licenças nas causas do incêndio no Flamengo

O incêndio no Flamengo, que atingiu o Centro de Treinamento do clube, na madrugada desta sexta-feira (8), matando dez jovens atletas das categorias de base do clube pode ter sido causado, indiretamente, pelas fortes chuvas que atingiram o Rio de Janeiro, na última quarta-feira (6). Isso é que o insinuou hoje o presidente-executivo (CEO) do clube, Reinaldo Belotti.

Leia também: Alojamento do Flamengo que pegou fogo não tinha licença da prefeitura

Em pronunciamento sem perguntas à imprensa, Belotti afirmou que as condições de tempo e os picos de energia no CT podem ter causado o incêndio no Flamengo . Ele ainda minimizou a ausência de alvarás e de licenças como causas para a tragédia e alegou que o clube fez manutenções recentes nos aparelhos de ar-condicionado – onde o incêndio teve início.

“Aquilo não era um puxadinho que o clube escondia. Era um alojamento confortável, adequado à sua finalidade. A estrutura organizacional do Flamengo fez preventivamente uma manutenção em todos os aparelhos de ar-condicionado e isso pode ser mostrado para quem quiser”, declarou Belotti.

O dirigente rubro-negro também defendeu as instalações do alojamento dos atletas de base do clube e reiterou a cooperação com o Corpo de Bombeiros para o resgate das vítimas. De acordo com a prefeitura do Rio, o projeto enviado às autoridades previa um estacionamento no local, e o clube pagou apenas 10 de 31 multas emitidas por infrações.

Leia também: Ao som de "Parabéns a você", jovem vítima de incêndio no Flamengo é enterrado

“Isso não tem nada a ver com o acidente que ocorreu. Temos providências a tomar para o CT ser legalizado. Estamos trabalhando para isso. Precisávamos de nove certificados, já temos oito. Estamos trabalhando com os bombeiros”, acrescentou Belotti.

O presidente-executivo do Flamengo lembrou que ventos entre 110 e 120 quilômetros por hora atingiram o Rio de Janeiro na noite de quarta-feira (6) e que não afetaram as instalações do Centro de Treinamento George Helal, também conhecido como Ninho do Urubu.

Ele, no entanto, disse que a região da Vargem Grande foi muito atingida, provocando picos de energia na área que podem ter se refletido nos aparelhos de ar-condicionado do alojamento e ocasionado o incêndio.

“Nós tivemos queda de postes, que atingiram a alimentação e a energia elétrica do CT. As condições do tempo e os picos de energia talvez tenham influenciado no funcionamento regular do ar-condicionado”, declarou.

Leia também: Flamengo pagou apenas 10 das 31 multas cobradas pela prefeitura do Rio

Apesar dos pedidos para responder aos vários questionamentos dos jornalistas sobre o incêndio no Flamengo , Belotti saiu sem falar com a imprensa. Ele não respondeu por que o espaço era usado como dormitório sem autorização, nem por que deixou de informar aos órgãos responsáveis a mudança de destinação da área de estacionamento. 

* Com informações da Agência Brasil.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas

26/06 - Em cerimônia pontuada por bom gosto e emoção na Igreja Matriz, Thayara Rodrigues & Duan Pilonetto receberam a bênção matrimonial no último sábado, 22. Impecavelmente vestida pelo estilista mais famoso do Brasil, Lucas Anderi, a noiva emocionou os convidados logo antes da sua entrada com depoimento para o noivo. Já ele usava um terno Camargo, sendo que o estilista fez questão de colocá-lo em suas redes sociais. Com um flashmob feito pela Musique Casamentos, cantores e violinos surgiam entre os convidados enquanto as alianças eram conduzidas pela avó da noiva ao altar. Queima de fogos iluminaram a noite ao final da cerimônia religiosa. O salão do Centro de Eventos Primacredi foi transformado com suntuosa decoração por Anna Carolina para receber o em torno de 500 convidados para a celebração da boda. O buffet sempre agradável de Dulce Aguiar, (Roo) servia de volantes como as panelinhas quentes até um buffet de comida japonesa requintado, na ímpar noite que foi adoçada pelas receitas de Claudete Zandoná. A animação da festa ficou a cargo da Banda Bis de Cuiabá, além do receptivo da Musique com apresentação do Brass Live durante a festa que foi até as 6 da manhã. Um dos pontos altos da noite foi a surpresa feita pelos padrinhos que interromperam o final da apresentação dos noivos, surpreendendo com todas as músicas que os recém casados gostam e fazendo a festa já pegar fogo, mais uma das brilhantes ideias do Cerimonial Fabiano Fernandez que produziu e atendeu todo o evento com a mesma maestria de sempre, já conhecida e aprovada. Confira mais flashes by Marcello Holanda . Fotos oficiais Fares Rames.

Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.