Internacional /

Segunda-feira, 10 de Fevereiro de 2020, 23h:30

A | A | A

Chineses são alvo de xenofobia na Itália: "Vocês tem coronavírus"

arrow-options Reprodução Chineses sofrem xenofobia na Itália por conta do coronavírus Um grupo de quatro jovens chineses, incluindo uma mulher grávida,...


Imagem de Capa
xenofobia contra chienses arrow-options
Reprodução
Chineses sofrem xenofobia na Itália por conta do coronavírus


Um grupo de quatro jovens chineses, incluindo uma mulher grávida, foi alvo de xenofobia em Roma, capital da Itália, na tarde do último domingo (9). Segundo a reconstrução da polícia, as vítimas atravessavam a rua perto da Piazza dei Consoli, na periferia da cidade, quando foram cercadas por três jovens italianos. Um deles teria gritado: "Vão embora da Itália, porque vocês estão infectados com coronavírus ".

Leia também: 4 mil pessoas ficam presas em navio no Japão por conta do coronavírus

Outro, um adolescente de 15 anos, ameaçou os chineses com estilhaços de garrafa, mas a polícia interviu rapidamente e o levou para a delegacia. Seus dois comparsas escaparam.

O grupo, acompanhado por um advogado do escritório consular da Embaixada da China em Roma, decidiu não formalizar a denúncia. Esse não é o primeiro episódio de xenofobia contra chineses na Itália desde o início da epidemia do novo coronavírus (2019-nCoV), que já matou 910 pessoas, sendo 908 no país asiático.

Leia também: Chineses são arrastados e levados à força para zona de quarentena em Wuhan; veja

No fim de janeiro, um bar na Fontana di Trevi, também na capital, proibiu a entrada de chineses alegando inexistentes "medidas de segurança internacionais". Na semana passada, o presidente da Itália, Sergio Mattarella, chegou a visitar uma escola que tem um número expressivo de alunos chineses para passar uma mensagem contra o preconceito.

O governo da China, no entanto, critica a Itália por conta do bloqueio de todas as rotas aéreas entre os dois países, inclusive para cidades que não estão no epicentro da epidemia.

Leia também: Russos fazem "Big Brother" e mostram como é vida em quarentena do coronavírus

"Esperamos que a Itália possa avaliar a situação de modo objetivo e baseando-se na ciência e se abstenha de adotar medidas excessivas", disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Geng Shuang.

Até o momento, a Itália contabiliza três casos de coronavírus , sendo dois em turistas chineses e outro em um pesquisador italiano.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz