Entretenimento /

Sexta-feira, 17 de Maio de 2019, 21h:50

A | A | A

Lobão vê gestão Bolsonaro "ruir" e ataca Olavo de Carvalho: "É um sociopata"

Desde que Jair Bolsonaro anunciou sua candidatura à presidência, Lobão expressou seu apoio ao político. Porém, nesta sexta-feira (17) em entrevista...


Imagem de Capa

Desde que Jair Bolsonaro anunciou sua candidatura à presidência, Lobão expressou seu apoio ao político. Porém, nesta sexta-feira (17) em entrevista a revista Valor , o músico disse estar desapontado com o governo, e afirma que é óbvio que a logo a gestão ruirá.

Leia também: Cantor Lobão culpa governo petista pela "decadência" do rock no País

Lobão
Divulgação
Lobão

"Eu tinha que optar por alguém e esse alguém foi o Jair Bolsonaro . Mas ele mostrou que não tem a menor capacidade intelectual e emocional para poder gerir o Brasil. Isso está muito claro para mim e fico muito triste. É óbvio que o governo vai ruir", iniciou Lobão

Leia também: Lobão: "É um momento ridículo, uma 'lucianohuckzação' do Brasil"

"O que está sendo falado à boca pequena é que vai haver uma junção dos partidos do Centrão com os militares para colocarem lá [nos ministérios] mais militares e dar uma engessada no Bolsonaro. Há uma tendência natural de os insultados e ofendidos se unirem. Os parlamentares vão apoiar. Está todo mundo querendo um mínimo de ordem e autoridade, o que não tem no governo. O Bolsonaro definitivamente não tem nem voz, nem inteligência política para isso. Está longe de ser um estadista. Tá uma zona ingovernável", continuou.

O músico também não poupou críticas aos apoiadores de Olavo de Carvalho - de quem diz já ter lido quase todos os livros. "Ninguém vai ficar com medo dessa meia dúzia de otários", afirmou ele, referindo-se aos seguidores do escritor e guru do presidente da república.

O roqueiro chegou a perder de 4 a 5 mil seguidores no Twitter após críticas a Olavo de Carvalho . "É óbvio que o Olavo vai acabar com esse governo, porque ele é uma pessoa muito autodestrutiva. Olavo é um sociopata. Não tem empatia por ninguém. É um ególatra."

Jair Bolsonaro
Reprodução Instagram
Jair Bolsonaro

Sobre os filhos do presidente, o músico também foi duro e disse que eles estão criando um "clima horroroso". "Tanto o Bolsonaro quanto os filhos dele estão crentes que vão intimidar o Congresso ou qualquer pessoa porque têm um poder popular, entre aspas, que eles não têm. Acham que essa efervescência do Twitter é suficiente para não só resguardá-los quanto para intimidar seus adversários. Isso é uma mentira. O Twitter não vai segurar a onda deles. Não vai. Ele não pode ficar reinando no Palácio do Planalto, onde todo mundo diz que o Bolsonaro anda de bermuda e camisa falsificada de futebol, achando que o Twitter é o Brasil".

"Esses caras são malucos e não têm noção do que é cultura realmente. A cultura é dinâmica. Temos que lidar e respeitar isso. Se quiser fazer, que faça melhor. Querer combater um erro com outro erro, ou com outro erro só que do outro lado, é uma imbecilidade atroz", continua.

Ainda em conversa com o veículo impresso, o roqueiro afirma que o momento faz com que a direita corra risco de sofrer um duro golpe em sua reputação. "Essa facção sectária de fanáticos vai absorver toda a personalidade da direita -- a esquerda vai capitalizar isso -- e vai botar todo mundo no mesmo saco. E a gente vai virar todos ridículos por causa desses caras. O PSOL, o Ciro Gomes, o Lula, se sair da prisão melhor ainda para eles. É pouco provável que a situação volte a se reeleger. Bom, resta saber se o governo vai sobreviver a este ano. Não vejo como o governo vai se sustentar. É um desastre o que está acontecendo, sem alarmismo".

Lobão
Divulgação
Lobão

Leia também: Lobão polemiza ao defender que não houve golpe, mas uma "cagada" em 1964

Por fim, Lobão ainda vê o presidente, os filhos, Olavo e seus seguidores com uma "teimosia" que torna quase impossível uma mudança de rumo. E que, por isso, o fim pode estar próximo. "Se você fizer uma pesquisa de campo com os que votaram no Bolsonaro, 90% das pessoas estão decepcionadas. E não podia ser de outra maneira, porque isso está uma novela mexicana de quinta categoria, um melodrama horroroso e brega".

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas

26/06 - Em cerimônia pontuada por bom gosto e emoção na Igreja Matriz, Thayara Rodrigues & Duan Pilonetto receberam a bênção matrimonial no último sábado, 22. Impecavelmente vestida pelo estilista mais famoso do Brasil, Lucas Anderi, a noiva emocionou os convidados logo antes da sua entrada com depoimento para o noivo. Já ele usava um terno Camargo, sendo que o estilista fez questão de colocá-lo em suas redes sociais. Com um flashmob feito pela Musique Casamentos, cantores e violinos surgiam entre os convidados enquanto as alianças eram conduzidas pela avó da noiva ao altar. Queima de fogos iluminaram a noite ao final da cerimônia religiosa. O salão do Centro de Eventos Primacredi foi transformado com suntuosa decoração por Anna Carolina para receber o em torno de 500 convidados para a celebração da boda. O buffet sempre agradável de Dulce Aguiar, (Roo) servia de volantes como as panelinhas quentes até um buffet de comida japonesa requintado, na ímpar noite que foi adoçada pelas receitas de Claudete Zandoná. A animação da festa ficou a cargo da Banda Bis de Cuiabá, além do receptivo da Musique com apresentação do Brass Live durante a festa que foi até as 6 da manhã. Um dos pontos altos da noite foi a surpresa feita pelos padrinhos que interromperam o final da apresentação dos noivos, surpreendendo com todas as músicas que os recém casados gostam e fazendo a festa já pegar fogo, mais uma das brilhantes ideias do Cerimonial Fabiano Fernandez que produziu e atendeu todo o evento com a mesma maestria de sempre, já conhecida e aprovada. Confira mais flashes by Marcello Holanda . Fotos oficiais Fares Rames.

19.07.2019 - 14h59
19.07.2019 - 14h57
19.07.2019 - 14h54
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.