Economia /

Quarta-feira, 15 de Maio de 2019, 13h:43

A | A | A

Guedes indica redução do PIB para 1,5% e dispara: "Estamos no fundo do poço"

MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL Para Paulo Guedes, futuro da economia brasileira está nas mãos do Congresso Nacional O ministro da Economia, Paulo...


Imagem de Capa
ministro da Economia, Paulo Guedes
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
Para Paulo Guedes, futuro da economia brasileira está nas mãos do Congresso Nacional


O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta terça-feira (14) que as projeções para o crescimento da economia brasileira neste ano serão reduzidas pelo governo. Em audiência na Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional (CMO) , ele disse que o País está "no fundo do poço".

Segundo Guedes , a estimativa de alta do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro será reduzida a 1,5%. No ano passado, quando o governo do ex-presidente Michel Temer (MDB)  enviou o Orçamento de 2019 ao Congresso Nacional, a projeção era de crescimento de 2,5%.

Em março, já sob o comando da gestão de Jair Bolsonaro (PSL), a alta do PIB de 2019 havia sido revisada para 2,2%, chegando a 1,5% neste mês. "Vocês vão ver que o crescimento, que era de 2% quando eles fizeram as primeiras simulações, já caiu para 1,5%. Quando cai para 1,5%, as receitas são menores ainda, e aí já começam os planejamentos de contingenciamentos de verbas. Já começam as trajetórias futuras de despesas a serem apertadas", afirmou o ministro. 

Nesta segunda-feira (13), o Boletim Focus, divulgado semanalmente pelo Banco Central (BC) com dados de análises do mercado financeiro, estimou que o PIB brasileiro seja de 1,45% no final deste ano .

Para Guedes , cabe ao Congresso brasileiro tirar o País dessa situação. "Independente de o mercado querer que as coisas aconteçam rapidamente, a nossa realidade é que nós estamos no fundo do poço", afirmou.  "Então, não adianta achar que nós vamos crescer por fora, que vamos crescer 3%. Não é a nossa realidade. A nossa realidade é o seguinte: estamos lá no fundo. Agora, está nas mãos da Casa [Congresso Nacional] nos tirar do fundo do poço, com esse equacionamento fiscal", reforçou o ministro. 

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas

26/06 - Em cerimônia pontuada por bom gosto e emoção na Igreja Matriz, Thayara Rodrigues & Duan Pilonetto receberam a bênção matrimonial no último sábado, 22. Impecavelmente vestida pelo estilista mais famoso do Brasil, Lucas Anderi, a noiva emocionou os convidados logo antes da sua entrada com depoimento para o noivo. Já ele usava um terno Camargo, sendo que o estilista fez questão de colocá-lo em suas redes sociais. Com um flashmob feito pela Musique Casamentos, cantores e violinos surgiam entre os convidados enquanto as alianças eram conduzidas pela avó da noiva ao altar. Queima de fogos iluminaram a noite ao final da cerimônia religiosa. O salão do Centro de Eventos Primacredi foi transformado com suntuosa decoração por Anna Carolina para receber o em torno de 500 convidados para a celebração da boda. O buffet sempre agradável de Dulce Aguiar, (Roo) servia de volantes como as panelinhas quentes até um buffet de comida japonesa requintado, na ímpar noite que foi adoçada pelas receitas de Claudete Zandoná. A animação da festa ficou a cargo da Banda Bis de Cuiabá, além do receptivo da Musique com apresentação do Brass Live durante a festa que foi até as 6 da manhã. Um dos pontos altos da noite foi a surpresa feita pelos padrinhos que interromperam o final da apresentação dos noivos, surpreendendo com todas as músicas que os recém casados gostam e fazendo a festa já pegar fogo, mais uma das brilhantes ideias do Cerimonial Fabiano Fernandez que produziu e atendeu todo o evento com a mesma maestria de sempre, já conhecida e aprovada. Confira mais flashes by Marcello Holanda . Fotos oficiais Fares Rames.

19.07.2019 - 14h59
19.07.2019 - 14h57
19.07.2019 - 14h54
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.