Economia /

Terça-feira, 21 de Janeiro de 2020, 18h:30

A | A | A

Em Davos, Guedes defende congelamento do salário de funcionários públicos

arrow-options MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL Paulo Guedes, ministro da Economia Durante sua fala em um painel no Fórum Econômico Mundial , em Davos,...


Imagem de Capa
Guedes arrow-options
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
Paulo Guedes, ministro da Economia


Durante sua fala em um painel no Fórum Econômico Mundial , em Davos, na Suíça, o ministro da Economia, Paulo Guedes , defendeu o congelamento de salários de funcionários públicos. Segundo ele, essa é uma das maiores medidas do governo para conter os gastos públicos. 

A ideia de congelar os salários consta na Proposta de Emenda à Constituição ( PEC ) Emergencial , que ainda está em estágio inicial de tramitação no Congresso . Em Davos, Guedes afirmou que se os salários ficarem congelados por cerca de dois anos, a situação estaria controlada. 

Leia também: Em Davos, Guedes diz que Brasil abrirá licitações públicas a estrangeiros

Além do congelamento , o ministro citou duas outras medidas já tomadas pelo governo Bolsonaro . Para Guedes , a reforma da Previdência e a redução do pagamento dos juros da dívida também são cruciais para controlar a despesa. 

Brasil voltou a crescer?

Em sua fala, o ministro afirmou que o Brasil já voltou à rota de crescimento, apostando que o país deve registrar alta de 1,2% no Produto Interno Bruto  ( PIB ) em 2019. Para este ano, o palpite de Guedes é que o crescimento seja de 2,5%. “Estamos começando a crescer e acreditamos que contribuiremos para o crescimento da região”, disse ele, se referindo à América Latina

O dado oficial do crescimento do Brasil em 2019 ainda não foi divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística ( IBGE ), o que acontecerá em 4 de março.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz