Economia /

Quarta-feira, 22 de Maio de 2019, 21h:45

A | A | A

Bolsonaro jura ganhos bilionários a estados, mas técnicos não sabem dizer como

Marcos Corrêa/PR "[Bolsonaro] apenas mencionou que era um projeto que ele gostaria que a Receita estudasse", disse Marcos Cintra Depois de o presidente...


Imagem de Capa
bolsonaro
Marcos Corrêa/PR
"[Bolsonaro] apenas mencionou que era um projeto que ele gostaria que a Receita estudasse", disse Marcos Cintra

Depois de o presidente Jair Bolsonaro (PSL) prometer a apresentação de um projeto que traria bilhões para o caixa dos estados – com ganhos maiores até mesmo que os da reforma da Previdência – a equipe econômica do governo não soube informar que tipo de medida será adotada.

Leia também: Para Maia, estados também têm que entrar na reforma da Previdência

O secretário da Receita Federal, Marcos Cintra , disse, depois de reunião com Bolsonaro nesta quarta-feira (22), que o presidente pediu à área técnica para analisar uma proposta que permitiria aos contribuintes atualizarem o valor declarado de seu patrimônio na hora de acertar as contas com o Leão.

Isso seria uma forma de reduzir contenciosos, burocracia e, eventualmente, aumentar a arrecadação. Cintra disse, contudo, que o assunto ainda é preliminar e não conseguiu dar qualquer detalhe sobre o tema. "Ele [Bolsonaro] apenas mencionou que era um projeto que ele gostaria que a Receita estudasse com bastante cuidado... Uma coisa que modernize as nossas declarações", disse o secretário.

O secretário da Receita reconheceu que a atualização de valores patrimoniais no Imposto de Renda não implica no maior pagamento de imposto. Segundo ele, para saber como isso vai ajudar os estados é preciso analisar melhor a proposta, cujo autor no Congresso também não foi informado.

"A temática é essa: reavaliação do patrimônio. Logicamente isso vai implicar agilização de mercado, facilitação de negócio e alguma arrecadação extra também, em função daqueles que vierem a optar por um regime diferenciado, mas não tenho os detalhes, não recebi o projeto ainda, é apenas uma solicitação do presidente", explicou.

Cintra ainda lembrou que, para reforçar o caixa dos governadores, é preciso que a medida impacte a arrecadação do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano). "[Mas] Aí é legislação de IPTU, não é legislação do Imposto de Renda. Não tenho detalhes ainda, mas a mera declaração de valor não implica nenhuma tributação", adiantou.

Leia também: Secretário da Receita falta à audiência da reforma tributária e causa mal-estar

Ao ser questionado sobre de onde teria surgido o valor citado por Bolsonaro na hora de comparar os ganhos do projeto em relação à reforma da Previdência, o secretário também saiu pela tangente: "Ele [Bolsonaro] pediu exatamente para nós fazermos essas avaliações. Ele tem aí algumas indicações, mas nós vamos confirmar tudo isso no momento oportuno, tá bom?".

Reforma tributária

marcos cintra
Wilson Dias/Agência Brasil
"O governo vai apoiar esse projeto", disse o secretário da Receita sobre a reforma tributária aprovada hoje pela CCJ

Cintra também comentou  a aprovação de uma proposta de reforma tributária pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) nesta quarta-feira. O texto foi de iniciativa do Legislativo, que não aguardou o envio de uma reforma do governo federal. O secretário disse que o Executivo vai apoiar o texto e fazer sugestões.

"Eu acompanho reforma tributária há 30 anos e é a primeira vez que eu vejo Executivo e Legislativo trabalharem juntos num projeto. O governo vai apoiar esse projeto, conhece o projeto. Logicamente, vamos opinar quando chegar o momento oportuno na comissão especial. Mas eu vejo com grande otimismo a perspectiva de um avanço rápido", disse.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas

26/06 - Em cerimônia pontuada por bom gosto e emoção na Igreja Matriz, Thayara Rodrigues & Duan Pilonetto receberam a bênção matrimonial no último sábado, 22. Impecavelmente vestida pelo estilista mais famoso do Brasil, Lucas Anderi, a noiva emocionou os convidados logo antes da sua entrada com depoimento para o noivo. Já ele usava um terno Camargo, sendo que o estilista fez questão de colocá-lo em suas redes sociais. Com um flashmob feito pela Musique Casamentos, cantores e violinos surgiam entre os convidados enquanto as alianças eram conduzidas pela avó da noiva ao altar. Queima de fogos iluminaram a noite ao final da cerimônia religiosa. O salão do Centro de Eventos Primacredi foi transformado com suntuosa decoração por Anna Carolina para receber o em torno de 500 convidados para a celebração da boda. O buffet sempre agradável de Dulce Aguiar, (Roo) servia de volantes como as panelinhas quentes até um buffet de comida japonesa requintado, na ímpar noite que foi adoçada pelas receitas de Claudete Zandoná. A animação da festa ficou a cargo da Banda Bis de Cuiabá, além do receptivo da Musique com apresentação do Brass Live durante a festa que foi até as 6 da manhã. Um dos pontos altos da noite foi a surpresa feita pelos padrinhos que interromperam o final da apresentação dos noivos, surpreendendo com todas as músicas que os recém casados gostam e fazendo a festa já pegar fogo, mais uma das brilhantes ideias do Cerimonial Fabiano Fernandez que produziu e atendeu todo o evento com a mesma maestria de sempre, já conhecida e aprovada. Confira mais flashes by Marcello Holanda . Fotos oficiais Fares Rames.

Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.