Economia /

Sexta-feira, 07 de Junho de 2019, 22h:15

A | A | A

Após cortes, outro gestor do IBGE entrega o cargo; é o quinto em dois dias

Divulgação/Agência IBGE Notícias Em nota, a presidente do IBGE, Susana Cordeiro Guerra disse que entende e respeita a decisão dos gestores Mais...


Imagem de Capa
Suzana Cordeiro%2C presidente do IBGE
Divulgação/Agência IBGE Notícias
Em nota, a presidente do IBGE, Susana Cordeiro Guerra disse que entende e respeita a decisão dos gestores


Mais um gestor do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) entregou o cargo por discordar da forma na qual Censo 2020, que está sofrendo cortes do governo federal, está sendo conduzido pela nova presidente do instituto, Susana Cordeiro Guerra.

Nesta sexta-feira (7), foi a vez de José Guedes, gerente da Coordenação de Métodos e Qualidade, deixar o cargo. Na noite anterior (6),  outros quatro coordenadores e gerentes haviam tomado a mesma atitude e deixado suas posições no IBGE .

Antes de deixarem os cargos, os  quatro gestores deixaram uma carta na qual fazem críticas à nova formulação do Censo.  "É notório que o processo de discussão acerca da definição dos questionários censitários não alcançou os objetivos desejados por todos os técnicos da Instituição", ressalta a carta, que acusa a nova direção do IBGE de "encerrar inilateralmente o debate em torno do projeto censitário, ignorando categoricamente toda a estrutura formal de condução da maior operação estatística da América Latina".

A queixa dos cinco coordenadores é de que houve quebra de autonomia por parte do novo diretor de Pesquisas do instituto, Eduardo Rios Neto, que foi empossado pela presidente do IBGE após demitir Claudio Crespo da função. Ele não teria consultado o corpo técnico antes de definir os novos números de perguntas dos questionários aplicados, que foram reduzidos

Em nota,  Susana Cordeiro Guerra disse que entende e respeita a decisão dos gestores. "Todos são excelentes profissionais e deram contribuições técnicas significativas até o presente momento. Como ótimos profissionais serão os técnicos do IBGE que irão substitui-los. O importante é unir forças para realizar um excelente Censo, preservando a missão institucional da Casa".


0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz