Economia /

Segunda-feira, 16 de Setembro de 2019, 08h:30

A | A | A

5 lições do empresário que saiu da periferia de São Paulo e ganhou o mundo

arrow-options Vitor Santana/Divulgação História de sucesso de Hebert Mota se transformou no livro Movimento, logo existo Prepare-se e movimente-se....


Imagem de Capa
hebert mota arrow-options
Vitor Santana/Divulgação
História de sucesso de Hebert Mota se transformou no livro Movimento, logo existo

Prepare-se e movimente-se. Esse poderia ser o resumo de uma conversa com o empresário do setor de entretenimento  Hebert Mota, 41.

Nascido e criado em Americanópolis, periferia da capital paulista, ele começou a vida entregando marmitas aos 13 anos e hoje comanda um negócio que fatura R$ 4 milhões ao ano. 

A agência de negócios e entretenimento KAL911, criada por Hebert há quatro anos, faz a conexão entre artistas e celebridades com estratégias de marketing de empresas. Além do Brasil, a empresa tem negócios em mais 10 países.

Desistir jamais? Empresário abriu mão de lojas e hoje fatura R$ 600 milhões

“Comecei carregando caixas em shows porque queria viajar e assim conheci o Brasil todo. Foi uma oportunidade de conhecer outras realidades”, diz. Mas além da curiosidade, Hebert destaca a importância de se preparar para as oportunidades .

Ele conta que quando trabalhava para a banda Negritude Jr., na década de 1990, foi convidado pelo vocalista da banda para participar de turnês internacionais .

“O Netinho de Paula percebeu que eu falava inglês e me convidou para acompanhá-los. Consegui porque eu tinha me preparado”, conta. Além de trabalhar com a banda Negritude Jr. Hebert, nos anos 2000, foi agente do  lutador de MMA, Anderson Silva por seis anos.

Além de empresário, Hebert tornou-se palestrante e é autor do livro 'Movimento, Logo Existo' (Matrix Editora, 144 págs.) onde busca motivar as pessoas a alcançarem seus objetivos .

“Estar informado, ler sobre o que está acontecendo no país, sobre a economia, sobre temas ligados ao setor em que a pessoa atua, é um diferencial. A leitura é importante porque ajuda a colocar o cérebro para funcionar”, avalia.

Em seu livro e nas palestras que oferece pelo Brasil, Hebert dá algumas dicas de como fazer um negócio decolar . Veja cinco de suas dicas

1 - Conhece-te a ti mesmo

hebert mota arrow-options
Vitor Santana/Divulgação
Hebert Mota aconselha autoconhecimento na hora de investir em um negócio próprio

Para Hebert, um negócio deve começar pelo autoconhecimento do empreendedor. “Não adianta saber só o que você quer, tem que saber quem você é. Uma pessoa que não gosta de lidar com público, com pessoas, não dá para trabalhar com vendas”, explica.

O autor ainda indica que empreender não é necessariamente o único caminho . “Se a pessoa está feliz com um emprego, que garante que ele esteja tranquilo, possa viver a vida, não tem porque mudar. Tem que ser honesto nessa hora”, ensina.

Montou o negócio de madrugada e comprou empresa onde trabalhava: aprenda com ele

2 - Aguente firme

A segunda dica é consequência da primeira , segundo o empresário. “Você tem que ter certeza de quem é para aguentar, tem que ter estômago”, afirma. Ele explica que se trata de aguentar a pressão, as cobranças e a ansiedade. “Não pode deixar a cabeça pirar porque aí o corpo padece”, avalia.

3 - Valorize o tempo

“Não adianta pensar que as coisas vão acontecer da noite para o dia . Tem que controlar a ansiedade, saber que, às vezes, as coisas não darão certo, e persistir”, aconselha.

Como ganhar dinheiro na internet? Veja dicas de um milionário do mercado digital

4 - Tenha consciência econômica

Para o empresário outro ponto de sucesso é saber manter o dinheiro . “Ganhar muito dinheiro não é difícil; o que é difícil é se manter com dinheiro”, afirma.

Para Hebert, existe uma regra de ouro para quem quer manter o sucesso: “garanta que vai ganhar mais do que vai gastar”. Tanto no negócio como na vida pessoal, ele acrescenta.

5 - Mantenha seus valores

A última dica de Hebert é “não esqueça de onde saiu”. “O valor da família não pode se perder. Sua família pode ser seu amigo, mas ele tem que estar com você desde o começo, não aquele amigo que acabou de chegar na sua vida˜, aconselha.

O empresário, mesmo tendo convivido com personalidades como Anderson Silva, Kanye West, Jay-Z  e Michael Jordan, cita o pai quando indagado sobre sua inspiração nos negócios .

˜Quando eu ganhei meu primeiro salário como office-boy aos 14 anos, meu pai me fez pagar a conta de água de casa. Não era pelo valor, mas para eu entender que tudo na vida tem custo”, conta. O empresário também afirma que aprendeu com o pai a valorizar o trabalho .

“Nós construímos a casa onde moramos em Americanópolis sozinhos. Eu ajudava meu pai e ele nos fazia, eu e minha irmã, cuidar de cada tijolo ”, conclui.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz