Carros /

Quinta-feira, 26 de Março de 2020, 17h:31

A | A | A

Marcas adiam prazos de revisões garantia dos carros por conta do coronavírus

arrow-options Divulgação Confira as condições do seu modelo e o que as marcas estão adotando para ver sobre os prazos e a garantia Com o isolamento...


Imagem de Capa
Garantia arrow-options
Divulgação
Confira as condições do seu modelo e o que as marcas estão adotando para ver sobre os prazos e a garantia

Com o isolamento da sociedade durante o período de quarentena, as fabricantes têm adiado os prazos de manutenção referentes à garantia dos veículos. Vale a pena lembrar que, a partir da semana passada, praticamente todas as fabricantes anunciaram paradas na produção como um reflexo da demanda menor e como precaução para evitar contágio pelo novo coronavírus em seus colaboradores.

LEIA MAIS: GM do Brasil vai consertar respiradores do SUS contra coronavírus

Entretanto, muitas revendas — principalmente em cidades onde as medidas de segurança contra o Coronavírus não foram tão restritivas — seguem abertas e faturando carros. De todo o modo, separamos algumas montadoras que adiam seus prazos.

A Kia está ampliando, pelos próximos três meses, as tolerâncias da garantia referentes ao excesso de quilometragem e de tempo para todo o plano de revisões nas concessionárias . Com a medida, os limites de quilometragem foram dobrados para os modelos de passeio, de 1.500 km para até 3.000 km, e triplicados para o comercial leve Bongo K2500, de 500 km para até 1.500 km.

Já a regra de tempo corrido, atualmente de doze meses a partir da compra ou última revisão, terá um acréscimo de três meses para toda a linha de veículos da marca neste período de enfrentamento da pandemia.

Já a PSA (Peugeot Citroën) informou que suas marcas aumentaram os prazos dos planos de revisões e manutenção de todos os veículos em garantia. Os clientes terão mais três meses e/ou 3.000 km rodados, contando a partir de 17 de março de 2020, para concluírem os serviços obrigatórios mantendo a garantia de seus automóveis em dia.

LEIA MAIS: Coronavírus: veja o que mudou na legislação com a pandemia

Quanto aos proprietários cujos veículos estão próximos do fim da garantia, estarão cobertos em até um mês após a data limite. No caso de automóveis dentro da garantia com pane sem viabilidade de reparo no local, a Assistência 24 horas será responsável por organizar o regresso do cliente até sua residência e efetuar o translado do veículo até a concessionária ou garagem do consumidor, se disponível.

Manual arrow-options
Cauê Lira/iG Carros
Vale lembrar que um livreto de revisão com todos os carimbos também ajuda a atestar a procedência do carro

Em relação à Hyundai, as garantias e revisões de HB20 e Creta, com vencimento a partir de 10 de março de 2020, serão asseguradas até 30 de abril de 2020, com possibilidade de prorrogação de acordo com eventuais orientações das autoridades nacionais que coordenam o combate à Covid-19. A tolerância de quilometragem também será ampliada em 2 mil km. Caso esta margem seja ultrapassada, o veículo deverá passar por uma inspeção na concessionária autorizada.

LEIA MAIS: Honda, Yamaha e BMW interrompem atividades nas fábricas de Manaus

Já o prazo da primeira revisão das marcas Fiat, Jeep, Dodge e Ram será ampliado para 14 meses. A Chevrolet também ampliou os prazos de revisões e garantia para as unidades em que o limite da manutenção terminaria entre os dias 1º de março e 30 de junho de 2020. O novo prazo conta com mais dois meses ou 2.000 km.

Além disso, BMW e Mini vão adotar como tolerância para realização das manutenções o prazo de 30 dias ou 1.200 km, contados a partir da indicação limite do sistema de manutenção inteligente, que alerta com quatro semanas ou 2.000 km de antecedência.

Por fim, a Nissan também flexibilizou a garantia e o serviço de manutenção dos veículos dos clientes. Assim, temporariamente, a tolerância para execução do serviço de manutenção – necessárias a cada 10 mil km, de acordo com o plano de garantia – que é de 1 mil km para menos ou para mais, ou 12 meses de uso (ou um mês antes ou depois), o que ocorrer primeiro, subirá para 3 mil km e até 3 meses para antes ou depois, respectivamente.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz