propaganda

Cuiabá /

Quarta-feira, 25 de Março de 2020, 03h:31

A | A | A

União institucional é necessária para o combate ao Coronavírus, defende Emanuel Pinheiro

Tchélo Figueiredo/Secom- MT Clique para ampliar O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, participou na tarde desta terça-feira (24) de...


Imagem de Capa

Tchélo Figueiredo/Secom- MT

Clique para ampliar

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, participou na tarde desta terça-feira (24) de reunião com o governador Mauro Mendes, no Palácio Paiaguás, para discutir as ações  de combate à disseminação ao  novo Coronavírus. A prefeita da segunda maior cidade do Estado, Lucimar Sacre de Campos também apresentou ações e estratégias durante o encontro. Para o chefe do executivo municipal,  o primeiro passo para combater a pandemia é a união de esforços, o que irá refletir no fomento a  rede protetiva da população.

“Independente de questões políticas, partidárias e ideológicas é importante que nós pensemos na população mato-grossense. Nosso partido é Cuiabá, nosso partido é Mato Grosso. A melhor forma de avançar é dividir responsabilidades. É um primeiro passo para que possamos ganhar essa guerra".

O governador Mauro Mendes reafirmou esforços para o embate à disseminação da doença. “Dentro de três dias, Cuiabá e Várzea Grande irão  entregar para o Governo do Estado o planejamento de cada município para que nós possamos articular, em conjunto, o atendimento exclusivo ao  coronavírus aqui na Baixada Cuiabana e atendendo também uma boa parte do Estado. Nós definimos também que o Governo do Estado vai mapear os 54 hospitais estaduais e ver a disponibilidade que cada um deles  tem de leitos que podem ser colocados em exclusividade ao atendimento a pandemia”.

Após esse trabalho, de acordo com o definido na reunião, uma equipe técnica vai escolher as referências estaduais e realizar a regulação.

Definiu-se ainda que todas às terças, a partir das 14 horas os gestores dos dois municípios (Cuiabá e Várzea Grande) irão se reunir com o Executivo para planejamentos e articulações. “As maiores cidades do Estado estarão se unindo, ordinariamente, para a definição de medidas”, explica Emanuel Pinheiro.  

Também participaram da reunião o secretário de Saúde do Estado, Gilberto Figueiredo, assim como os secretários de Saúde de Cuiabá, Luiz Antônio Possas de Carvalho e o de Várzea Grande, Diógenes Marcondes, e o presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga, além dos deputados Carlos Avalone e Paulo Araújo.

 

Medidas

 

A Prefeitura de Cuiabá, pautada no cuidado com à população, vem adotando uma série de medidas drásticas para evitar que a propagação da infecção.  Criação de um comitê de enfrentamento ao Covid 19, as  aulas na rede municipal foram suspensas, fechamento do comércio (à exceção deestabelecimentos citados no Decreto 7.851/2020), a proibição do corte de fornecimento de água por 60 dias, suspensão das atividades em grupo nos CRAS e CREAS, limitação do Restaurante Popular a 50 pessoas por vez, . suspensão do passe livre e da tarifa social de 23/03 a 05/04, suspensão do transporte público, higienização dos ônibus no ponto final de cada linha e disponibilização de álcool em gel nos terminais e estações, fechamento de feiras e ainda a determinação para execução do home office para os servidores públicos, excetuando-se os profissionais da Saúde. 

 

 

 

 

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz