propaganda

INVESTIMENTO /

Quarta-feira, 21 de Outubro de 2020, 11h:20

A | A | A

Construção de abatedouro municipal é licitada pela Prefeitura de Campo Verde

Recursos para a realização da obra estão garantidos junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento


Imagem de Capa
Da Redação

A Prefeitura de Campo Verde licitou no início de outubro a construção de um abatedouro municipal. A obra, que será construída em uma área de 7 hectares já adquirida pelo município próxima ao Rio das Mortes, está orçada em R$ 2,4 milhões.

 

A construção do abatedouro municipal, que vai gerar entre 15 e 20 empregos diretos, foi viabilizada por meio de um convênio entre a Prefeitura e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), com contrapartida do Município no valor de R$ 270 mil.

Todas as licenças e documentação exigidas para a realização da obra já estão liberadas e, de acordo com a Administração Municipal, a previsão é que os trabalhos de construção do abatedouro sejam iniciados após o período eleitoral.

A planta frigorífica é multifuncional e terá capacidade para abater até 50 bovinos por dia, podendo ser utilizada também para o abate de suínos e ovinos.

A construção do abatedouro representa um grande ganho para a população e também para os empresários e produtores que atuam na comercialização da carne e na criação de bovinos, suínos e ovinos.

A falta de uma estrutura adequada para o abate obriga que os animais sejam levados para frigoríficos localizados em outros municípios, alguns distantes mais de 100 quilômetros, o que aumenta os custos e reflete no preço final do produto. Com um abatedouro em Campo Verde, os custos com o abate e o transporte serão reduzidos.

Outro grande ganho que será proporcionado com a construção do abatedouro municipal, será para a saúde pública, já que toda a carne processada passará por rigorosa inspeção.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Caso a vacina para a Covid-19 seja liberada no Brasil, você pretende tomar?
Sim, se for a Chinesa
Sim, se for a Russa
Sim, se fosse outra
Nem pensar
Não tenho opinião formada sobre o assunto