SAÚDE /

Segunda-feira, 25 de Maio de 2020, 13h:43

A | A | A

Casos de confirmados de coronavírus sobem para 14 em Campo Verde

Autoridades pedem que população mantenha o máximo de cuidado possível.


Imagem de Capa
Paulo Pietro

Em menos de 10 dias Campo Verde confirmou mais de 10 casos de pessoas infectadas com Covid-19. Segundo as ultimas informações divulgadas pela SMS, no boletim de 25/05/2020, 14 pessoas haviam testado positivo para o vírus. 

 

Dias antes, as autoridades já haviam se pronunciado quanto ao número de casos. 

 

De acordo com o prefeito, esse aumento era esperado e vem sendo registrado em todo o Estado de Mato Grosso, que já ultrapassou mil casos. “Acho que é natural isso. Nós não somos uma ilha. As pessoas vão e vem, circulam. Acho que é normal”, disse ele. 

 

O prefeito lembrou que, mesmo a Administração Municipal tendo tomado todas as medidas de precaução, era inevitável que a doença atingisse Campo Verde. “Enfim, os casos chegaram. A gente aguardava esse momento, não que a gente desejava isso, mas a gente sabia que ia chegar”, disse. 

 

Fábio comentou que o fato de o número de casos confirmados ter dobrado em 24 horas se deve ao grande poder de contágio do novo coronavírus, que faz com que uma pessoa infectada espalhe a doença rapidamente. “E é natural que a gente vai ter mais casos”, frisou. 

 

Mais uma vez, o prefeito pediu a conscientização por parte da população para evitar o contágio e salientou que o cenário provocado pela pandemia do novo coronavírus resultou em uma situação grave na saúde pública do País e de Mato Grosso. “Nós precisamos nos cuidar mais. Saber que essa doença pode ser letal. Ela é traiçoeira – muito traiçoeira – e pouco conhecida. É melhor a gente ter mais cautela”, recomendou. 

 

De acordo com Fábio, por enquanto as medidas adotadas no plano de contingenciamento da Covid-19 elaborado pelo Município serão mantidas, só havendo mudanças se for necessário. “Com certeza se aumentar muito [o número de casos confirmados] nós teremos que agir e agir com rapidez para diminuir o avanço da doença”, disse.

 

O prefeito também adiantou que, se necessário, medidas mais drásticas serão tomadas contra empresas e contra quem não obedecer as determinações das autoridades sanitárias. “A Secretaria de Saúde vai agir e agir com rigor. Fechar o estabelecimento, afastar as pessoas, nem que tenha que levar a polícia para que a gente consiga fazer isso se não houver a cooperação de todos”, afirmou. 

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz