propaganda

SOLIDARIEDADE /

Segunda-feira, 05 de Outubro de 2020, 06h:30

A | A | A

Cartório de Campo Verde doa bolsas artesanais ao Hospital de Câncer de Mato Grosso

O objetivo é, elevar a autoestima das pacientes que estão enfrentando o câncer


Carregando fotos
Da Redação

O cartório Nesken, de Campo Verde, a Associação dos Notários e Registradores do Estado de Mato Grosso (Anoreg-MT) e o Instituto de Estudos de Protesto de Títulos do Brasil Seção Mato Grosso (IEPTB-MT) doaram ao Hospital de Câncer de Mato Grosso 50 bolsas artesanais contendo máscaras de tecido personalizadas, kits de higiene contendo álcool gel, lenço, hidratante e gloss labial, lenços de cabeça e sementes de moringa, considerada a árvore da vida por vários benefícios que traz para o ser humano.

 

A entrega aconteceu neste mês de outubro, em alusão à Campanha Outubro Rosa, que visa a conscientização das mulheres sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e, mais recentemente, de colo do útero.

A idealizadora da iniciativa é a notária e registradora Izilda Alves Fernandes, responsável pela criação e confecção de todas as bolsas, as quais serão distribuídas às mulheres carentes que fazem quimioterapia. “Desde o início da pandemia estive pensando em algo que pudesse ajudar alguém e vi na criação das bolsas uma oportunidade de contribuir para o resgate da autoestima dessas mulheres guerreiras que lutam contra o câncer. É um mimo, onde elas poderão carregar seus pertences quando precisarem se deslocar até o hospital”.

Segundo Izilda Fernandes, todo o trabalho de confecção das bolsas teve a participação da família e dos colaboradores do cartório. “Fizemos um trabalho conjunto que culminou nas 50 bolsas, uma diferente da outra, todas de tecido e personalizadas. Acreditamos que nossa doação, de certa forma, acalentará um pouco essas mulheres”.

O tabelião substituto, Kahlil Fernandes, disse estar orgulhoso do resultado. “Minha mãe sempre esteve envolvida em ações voluntárias e sempre fez tudo dar certo. Quando vi as bolsas prontas, disse: não é possível isso. Meu pai fez os moldes e os recortes, minha mãe costurou e eu colei as etiquetas. Foi mais uma iniciativa que todos compraram a ideia e o resultado foi fantástico. O objetivo do cartório também é doar 1.500 sementes de moringa”, resumiu.

A presidente em exercício da Anoreg - MT, Velenice Dias, que também é presidente do Instituto de Protesto, elogiou a iniciativa. “A Izilda é uma artista. Quando ela me disse que estava produzindo as bolsas, perguntei se poderíamos ajudá-la. Como ainda estamos enfrentando essa pandemia do coronavírus, encontramos uma forma de contribuir com kits higiênicos e lenços de cabeça. É um projeto fantástico que não tivemos dúvida em abraçá-lo”.

Segundo Velenice Dias, uma bolsa será rifada entre os notários e registradores de Mato Grosso e todo o valor arrecadado também será revertido ao Hospital de Câncer. “Sabemos as dificuldades que o hospital enfrenta, pois já somos parceiros, e essas doações serão mais uma forma de os cartórios contribuírem com quem realmente precisa. Acreditamos que os valores arrecadados ajudarão a diretoria na aquisição do que estiverem precisando e, as bolsas, uma forma de alegrar as mulheres que passam por esse momento delicado”, concluiu.

 

8293089_x240.jpg

 

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Caso a vacina para a Covid-19 seja liberada no Brasil, você pretende tomar?
Sim, se for a Chinesa
Sim, se for a Russa
Sim, se fosse outra
Nem pensar
Não tenho opinião formada sobre o assunto