SOLIDARIEDADE /

Terça-feira, 10 de Abril de 2018, 18h:25

A | A | A

População se une e consegue tratamento para idosa de Primavera do Leste

Ela foi consultada por um infectologista que pediu a internação da mesma


Imagem de Capa
Jaqueline Hatamoto

 

 

Marlene Rosa Cruz de 57 aos, foi internada na tarde desta terça-feira (10), na Unidade de Pronto Atendimento – UPA de Primavera do Leste. A idosa aguardava atendimento cerca de sete meses quando uma ferida apareceu na perna e começou a crescer. A mulher clamava por atendimento urgente.

O caso de Marlene foi publicado no site Clique F5 e também no Jornal O Diário, e logo em seguida da publicação, muitas pessoas se solidarizaram com a situação, se uniram e conseguiram uma consulta com o infectologista, por isso a idosa que já estava com a saúde debilitada foi internada.

Além da consulta com o especialista, Marlene recebeu doações de alimentos, medicamentos, teve as contas de água e de luz pagas e ainda recebia diariamente a visita de uma pessoa que se propôs a fazer a limpeza e o curativo na ferida. Todas as pessoas que ajudaram Marlene não quiseram ser identificadas.

Diante do fato a secretaria de saúde se manifestou por meio de nota, para esclarecer que nunca deixou de prestar auxilio médio para Marlene e apresentou ao jornal o relatório de atendimento da paciente que desde 2017 recebeu atendimento devido.  Veja a explicação “A paciente foi internada duas vezes, sendo dia 23 e 24 de fevereiro, data em que também passou por um infectologista. O profissional prescreveu os medicamentos e orientou que fosse feitos curativos utilizando uma pomada, pois somente após a ferida seca é que o processos de cicatrização começaria. Porém, a paciente se recusou a fazer o tratamento, pois dizia que o processo doía muito, mesmo quando estava sob efeito de analgésicos potentes (morfina). A paciente também foi avaliada por um médico vascular, que a orientou sobre a necessidade de realizar o tratamento adequado. Os atendimentos dispensados a paciente foram os seguintes. Dia 28/11/17 – vascular; 23/01/18 - infectologista ; 20/02/18   - infectologista ; 22/02/18 - vascular ;06/03 - exames laboratoriais”.

 

 

 

 

 

A doença

Há sete meses a moradora do Bairro Buritis, Marlene vem sofrendo uma situação grave de saúde que está a deixando cada vez mais delicada. .

A doença, ainda não identificada, já está deixando Marlene debilitada, sem condições de andar normalmente e até mesmo a alimentação dela está começando a ficar afetada. A idosa também não consegue trabalhar.

1 Comentário(s)
Que lindo quando o povo se uni e resolve ajudar. Eu vou ajudar lembrando dela em minhas orações.
enviado por: ANTIMÁRIA em 10/04/2018 às 21:17:03
0
 
0
responder
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.