TRÂNSITO /

Terça-feira, 15 de Janeiro de 2019, 08h:13

A | A | A

Poder público não descarta a possibilidade de instalação de zona azul

Em Primavera do Leste, moradores reclamam da falta de lugar para estacionar


Imagem de Capa
Jaqueline Hatamoto

Mais uma vez a falta de lugar para estacionar no centro da cidade foi debatida por assinantes do Jornal O Diário, através de um grupo de interação. Alguns moradores chegaram a sugerir a instalação de zona azul na região central, para que os estacionamentos funcionem de forma rotativa e assim haja vaga principalmente para os clientes que querem comprar no comércio.

“Quem toparia de iniciar um movimento de fazer a zona azul no centro da cidade. Estacionamento rotativo?”, instigou Clair Guariento.

“Infelizmente os proprietários das empresas que ocupam o maior espaço dos estacionamentos. não vão concordar”, se posicionou José Vila Verde.

“Não entendo qual é a dificuldade de resolver esse problema dos estacionamentos e também dos carros de lanche no centro. Já foi tão debatido aqui e todos pedem solução”. Jozi Ruaro.

“Bom fazer isso! Tá horrível para nós comerciantes mesmo. Motos no lugar de carro”. Robson.

É,  para quem tem a vida ganha, é bom! Para quem está no dia-dia matando dois leão por dia, a classe mais baixa que vai se lascar. Já tem a alta dos combustível, o pobre  tem que se lascar né. Se você é pobre e não tem condições, vai se lascar e estacionar lá na caixa do k... simples  porque o rico e egoísta , quer estacionar bem na porta do comércio, e porque não pode andar 150 metros a mais”, frisou Hobby.

“Acho que ao invés de por estacionamento pago, deveria haver fiscalização de trânsito para regular o tempo na vaga apenas.  Pagar estacionamento para quem tem condições não muda nada. Vai continuar estacionando pagando o tempo e pronto. Estou aqui em Erechim/RS e aqui tem estacionamento pago no centro. Vou te falar, isso só serve pra alguém talvez ligado a político, pegar a licitação e ganhar uma boa grana. Porque dá dinheiro hein!, disse Graci Domingues

“Povo brasileiro e assim, só recua por imposição de rotatividade ou cobrança, pois as cidades não são projetada para crescimento com lugares  para beneficiar o cidadão, em vez de praças que só são praças, sim lugares adaptados para carros e pessoas”, opinou Mateus.

“Tenho comércio  na rua  Rio de Janeiro, aqui sim é  pior disputamos com caminhão. Ainda estacionam na contra mão. E ninguém toma providência”  Jair Menezes

“Se conseguissem organizar pelo menos as motos no centro da cidade já ajudaria,  canso de ver os locais destinados a elas com espaços mais colocam na vaga de carros”, frisou Adauto.

Essas são parte das opiniões dos leitores enviadas via grupo de interação mantido pelo jornal.

O QUE DIZ O PODER PÚBLICO

Diante das reclamações entramos em contato com o poder público para saber o que poderia ser feito para criação de uma zona azul ou de novos lugares para estacionar e fomos informados via Assessoria de Imprensa que a possibilidade de instalação de zona azul não está descartada, porém tudo depende de uma projeto de mobilidade  A Prefeitura de Primavera do Leste informa que, assim como todo município em estado de expansão, existe a possibilidade da instalação de Zona Azul para tornar os estacionamentos rotativos, porém, esta decisão só será tomada após estudo realizado por uma empresa especializada em mobilidade urbana, para que esta instalação não seja aplicada de forma equivocada ao ponto de causar transtornos aos motoristas do município”, disse parte da nota.

A criação de novas vagas no centro também está condicionada ao plano de mobilidade urbana. E para que novos estacionamentos sejam criados ás margens da MT 130 , ou seja na rua Rio de Janeiro, a prefeitura depende da autorização da Secretária Estadual de Infraestrutura – Sinfra. “Por se tratar de uma margem de rodovia estadual. Esta autorização já foi solicitada pela Coordenação Municipal de Trânsito e Transportes Urbanos (CMTU), porém o órgão ainda aguarda um parecer da Secretaria”.

A escolha da empresa responsável pelo plano de mobilidade urbana deve ser feita através de licitação. Dois processos já foram abertos, porém nenhuma empresa se interessou pelo certame. “A empresa que deve realizar o estudo de mobilidade urbana em Primavera do Leste ainda precisa vencer o processo de licitação. No ano de 2018 dois editais foram publicados no Diário Oficial de Primavera do Leste, o Dioprima, porém não houve interesse por parte de nenhuma empresa. O edital foi reformulado, de forma que fique mais atrativo para as empresas especializadas. O mesmo deve ser publicado ainda no primeiro bimestre de 2019, de forma prioritária”, ressalta trecho da nota enviada via assessoria.

O jeito então é aguardar!

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

MAIS Primavera Do Leste

Família espera 15 horas para liberação de corpo

Apenas dois papiloscopista se revezam entre atendimentos de rotina e plantão

Prefeitura promove alienação fiduciária para moradores do Feliz Natal

Moradores devem pagar pelas casas. Serão até 180 parcelas de aproximadamente R$ 277

MAIS LIDAS NO CLIQUE F5

MAIS LIDAS MATO GROSSO


Abaixo reportagens especiais e exclusivas para os assinantes do Jornal O Diário

VANTAGEM

Conheça as vantagens oferecidas no CLUBE DO ASSINANTE DO O DIÁRIO

descontos em medicamentos, mensalidade de academias, compra de óculos, corrida de moto táxi, compra de gás de cozinha e até mesmo na conta do barzinho do final de semana. Esses são alguns dos benefícios oferecidos.

Nome ou atividade:

Bairro ou logradouro:

Produto:

Buscar em:

Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.