FURTO QUALIFICADO /

Terça-feira, 02 de Outubro de 2018, 17h:33

A | A | A

Dono de algodoeira em Primavera é preso acusado de furtar energia

Representante da algodoeira diz que Energisa cometeu um erro


Carregando fotos
Jaqueline Hatamoto/ com informações da Assessoria

Uma Operação conjunta realizada pela Energisa Mato Grosso, Politec e Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, realizada nesta quarta-feira (02), resultou na autuação e prisão do proprietário da Star Cotton Algodoeira e Armazens Gerais Ldta em Primavera do Leste por furto qualificado de energia elétrica.  De acordo com a Energisa a empresa estava com a rede elétrica ligada diretamente na rede de distribuição e furtando aproximadamente 720 MWh de energia, total suficiente para abastecer uma cidade no porte de São Pedro da Cipa por dois meses. O advogado da empresa diz que companhia de energia elétrica cometeu um erro, e agiu de forma equivocada, e que não havia encaminhado as faturas, nem mesmo quando foi solicitado pela empresa.

 O gerente também foi conduzido pela Polícia Civil para esclarecimentos. Pelos cálculos da Energisa, o total furtado representa uma fatura em torno de R$ 430 mil, sendo que R$ 117 mil seria de arrecadação de ICMS ao Estado. Além da responder criminalmente, o responsável terá que pagar todo o consumo desviado desde a data em que fez a ligação direta.

 Sidney Tavares, gerente de Combate à Perdas da Energisa Mato Grosso, conta que a distribuidora já estava monitorando a algodoeira por meio de um trabalho prévio de inteligência. “No local, confirmamos que a unidade consumidora da algodoeira estava desligada no sistema da Energisa desde novembro de 2017, porém, estava consumindo energia normalmente, sem que fosse registrado ou faturado corretamente”, relata Sidney.

 O delegado Regional de Primavera do Leste, Rafael Fossari, pontua que o furto de energia é crime e que dependendo do caso, ainda pode ser considerado qualificado, que é inafiançável. “É importante que as pessoas tenha clareza de que esse tipo furto não ficará impune. "A Polícia Civil, em parceria com a Energisa e Politec tem feito um trabalho rigoroso para combater estes crimes”.

O nome dos presos não foi divulgado pela polícia.

OUTRO LADO - POSICIONAMENTO DA EMPRESA

O advogado da algodeira Star Cotton Industria e Comércio de Algodão, que teve o dono detido acusado de furto de energia elétrica, entrou em contato com a Redação do Jornal O Diário, para dizer que a acusação sobre a empresa não procede e tudo trata-se de um erro por parte da Energisa. E que a empresa já comunicou que fará a religação da energia.

De acordo com o representante da empresa, a algodoeira não tem acesso a rede de alta tensão, o processo de utilização da energia foi liberado mediante vistoria técnica, e nunca a empresa mandou a fatura de energia, mesmo tendo sido solicitada pela algodoeira. o advogado ainda ressaltou que a algodoeira nunca se negou a pagar as faturas e realizará o pagamento assim que a Energisa enviar a fatura.

 

“ Eles simplesmente não tinham tramitado internamente nossa documentação, e liberaram a energia mediante vistoria técnica e não mandaram fatura de energia, mesmo nós  tendo por diversas vezes pedido a eles e alerta.  Não havia ligação indireta, a ligação foi feita e vistoriada por eles , não temos acesso à rede de alta tensão , só os mesmos, e não deixamos e não deixaremos de pagar a energia assim que faturarem e mandarem  a conta. Erro totalmente deles, reconhecido pelo coordenador de relacionamento da Energisa”, frisou o advogado.

 

 

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

MAIS Primavera Do Leste

Prefeitura de Primavera gasta mais de R$ 125 mil mês com aluguel

Ao todo são 19 prédios que são utilizados para diversos serviços

Prefeito anuncia exoneração de Eraldo Fortes da Secretaria de Assistência Social

Ele estava afastado conforme recomendação judicial, mas ainda recebia pelo cargo

MAIS LIDAS NO CLIQUE F5

MAIS LIDAS MATO GROSSO


Abaixo reportagens especiais e exclusivas para os assinantes do Jornal O Diário

VANTAGEM

Conheça as vantagens oferecidas no CLUBE DO ASSINANTE DO O DIÁRIO

descontos em medicamentos, mensalidade de academias, compra de óculos, corrida de moto táxi, compra de gás de cozinha e até mesmo na conta do barzinho do final de semana. Esses são alguns dos benefícios oferecidos.

Nome ou atividade:

Bairro ou logradouro:

Produto:

Buscar em:

Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.