ARTIGO /

Domingo, 26 de Novembro de 2017, 16h:25

A | A | A

Particularidades!

A particularidade sendo algo singular, são características únicas que definem cada indivíduo, podemos nos deparar com particularidades semelhantes, mas idênticas não


Imagem de Capa
Jean Carlos

Segundo o último levantamento realizado em 2011 pela ONU – Organização das Nações Unidas, o planeta terra atingiu a marca de 7 bilhões de habitantes, e segundo cientistas o planeta Terra tem cerca de 4,5 bilhões de anos. No decorrer dos 4,5 bilhões de anos do planeta, torna se impossível calcular quantas pessoas já pisou no solo terrestre, tiveram muitas Marias, Josés, vários homônimos, mas cada um com a sua particularidade. Até mesmo os gêmeos univitelinos tem suas particularidades, o fato de serem idênticos fisicamente, não os torna copias perfeitos, isso é algo para ficar maravilhado, por que com tantas pessoas existentes, nenhuma é igual à outra.

A particularidade sendo algo singular, são características únicas que definem cada indivíduo, podemos nos deparar com particularidades semelhantes, mas idênticas não, cada um tem a sua mesmo que mínimo que seja a diferença, um exemplo disso, podemos definir como particularidade física a nossa impressão digital, desde o início do uso das pontas dos dedos para a visualização das impressões digitais para identificação, nunca foi encontrado uma igual a outra, mesmo sendo em gêmeos univitelinos.

Para Jorge Tolim, “Cada ser humano é um universo, composto por suas particularidades. Com isso, precisamos respeitar fraquezas, defeitos, diferenças e singularidades de cada um.” Muitas vezes esperamos que os outros tenham as mesmas atitudes que nós temos, e isso acaba nos frustrando pois nem sempre as atitudes são recíprocas, mas temos que respeitar as particularidades de cada um, jamais devemos fazer algo esperando a troca, temos que ter o bom censo de entendermos que nossa parte foi feita e que nem sempre iremos receber o retorno da forma que queremos, isso não é ingratidão, isso é a particularidade do indivíduo, mesmo não compreendendo, devemos respeitar.

Diariamente convivemos e nos deparamos com diversas pessoas, algumas com particularidades semelhantes a nossas e outras com particularidades totalmente diferentes, existe uma frase de Sigmund Freud que diz “Não existe uma regra de ouro que se aplique a todos: todo homem tem de descobrir por si mesmo de que modo especifico pode ser salvo.” O que estou querendo dizer é que se você se sente incomodado com uma particularidade sua, procure entender a situação e busque a solução para uma mudança, procure algo que te faça bem, mas claro que não devemos obrigar ninguém aceitar nossas particularidades e sim respeitar, com isso temos sempre usar a boa ética para não ultrapassar limites que possa infringir e constranger ninguém, por que todos nós temos nossas particularidades.   

8 Comentário(s)
Muito bom
enviado por: Rayanne em 26/11/2017 às 17:23:20
0
 
0
responder
Grato!
enviado por: Jean Carlos em 27/11/2017 às 16:18:17
0
 
0
responder
E bem assim acompanho todos seus artigos
enviado por: Meiryelle andrade em 26/11/2017 às 17:24:38
0
 
0
responder
Grato.
enviado por: Jean Carlos em 27/11/2017 às 18:12:57
0
 
0
responder
Concordo,e como nos decepciona,atitudes tem me levado a desacreditar no ser humano
enviado por: em 26/11/2017 às 17:39:27
0
 
0
responder
Concordo pois tenho sofrido seriamente com isso....
enviado por: em 26/11/2017 às 17:45:25
0
 
0
responder
Maravilhoso como sempre Professor eu admiro absorvo cada detalhe Parabéns sucessos sempré. .
enviado por: Olga Iolanda Lerner em 26/11/2017 às 19:09:02
0
 
0
responder
Bom.
enviado por: Leila. em 26/11/2017 às 23:06:03
0
 
0
responder
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.